Atentado na Nigéria deixa pelo menos 32 pessoas feridas

Kaduna, Nigéria, 18 Nov 2015 (AFP) – Ao menos 31 pessoas morreram, nesta terça-feira, na explosão de uma bomba no meio da multidão na cidade de Yola, no nordeste da Nigéria – informaram a Cruz Vermelha e a Agência Nacional de Socorro.

A deflagração aconteceu na área de Jambutu, na capital do estado de Adamawa.

“Até agora, contabilizamos 32 mortos e cerca de 80 feridos”, declarou o coordenador da agência para Yola, Sa’ad Bello.

O balanço da Cruz Vermelha é ligeiramente inferior, de 31 mortos e 72 feridos.

Na sexta-feira passada, o presidente nigeriano, Muhammadu Buhari, visitou Yola para condecorar soldados, visitar um campo de refugiados e prometer o fim do grupo jihadista Boko Haram, após seis anos de uma guerra que já deixou 17 mil mortos.

O local do atentado abriga um mercado, um restaurante e uma mesquita, informou Aliyu Maikano, funcionário da Cruz Vermelha, acrescentando que a explosão ocorreu “no meio da multidão”.

Um morador de Yola, que pediu para não ser identificado, disse que a explosão ocorreu logo após a oração da tarde, quando as pessoas abandonavam a mesquita.

“As ambulâncias foram e voltaram para levar as vítimas ao hospital”, declarou o morador.

O grupo islâmico Boko Haram já realizou vários ataques e atentados suicidas contra Yola.

Este é o primeiro atentado em novembro na Nigéria, o que revela que a estratégia do Exército de cortar as fontes de financiamento do Boko Haram está dando resultados.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.