Apesar do crescimento nos lucros, bancos continuam demitindo funcionários

Resolver pendências nas agências bancarias está cada vez mais difícil. De acordo com clientes, os problemas só aumentaram desde o início das demissões e aposentadorias forçadas dos bancários em todo o Brasil.  No Maranhão, 20 agências estão fechadas.

No Banco do Brasil, quase 248 funcionários foram demitidos e os que permaneceram foram remanejados e sofrem com acumulo de funções, além da sobrecarga de trabalho, segundo o sindicato dos bancários. O reflexo é negativo em todo o Maranhão, os transtornos são desde as longas filas a transferência de clientes para outras agencias.

Em fevereiro, houve o fechamento de mais uma agência do Banco do Brasil em São Luís, desta vez no bairro Cohama, e causou prejuízos para pelo menos 10 mil clientes que precisaram ser transferidos para a agência do bairro Cohajap.

A motivou diversas denúncias ao Sindicato dos Bancários do Maranhão (SEEB). O diretor do sindicato, Dielson Rodrigues, informou que a agência não foi ampliada e nem teve aumento no número de funcionários, por isso é constante a reclamação da superlotação e demora no atendimento.

De acordo com um levantamento produzido pela empresa de informações financeiras Economatica, o setor bancário lidera a lista dos mais lucrativos. O resultado, que leva em conta os demonstrativos financeiros entregues pelas companhias à Comissão de Valores Mobiliários, significa uma alta de 12,27% em relação a 2016.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.