Antes de voltar ao Brasil, Neto recebe visita de policial que o resgatou

Esta é a primeira imagem pública do jogador desde a tragédia na Colômbia.
Chegada em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, está prevista para 21h.

Com retorno para o Brasil marcado para esta quinta-feira (15), o jogador Neto posou para uma foto com Marlon Lengua, policial que o resgatou quando as buscas por sobreviventes do voo da Chapecoense já estavam suspensas. Esta é a primeira imagem pública do zagueiro desde a tragédia com o avião da LaMia que vitimou 71 pessoas em 29 de novembro.

Lengua encontrou Neto quando todos socorristas já haviam deixado o local, encerrando as buscas para retornarem nas primeiras horas do amanhecer.

A foto foi postada no Facebook pelo irmão de Neto, Leonardo Zampier, no início da manhã desta quinta. “Não ia citar alguém, por receio de ser injusto, mas esse cara aqui, eu penso que, não fosse a atenção, insistência e intuição dele, possivelmente não estaríamos aqui, nos despedindo da Colômbia e retornando ao Brasil com a missão cumprida! Muito obrigado Marlon Lengua! Muito obrigado Colômbia! Muito obrigado Brasil! Muito obrigado Mundo!”, escreveu.

Ainda internado no Hospital San Vicente Fundación, na Colômbia, Neto é o último dos quatro sobreviventes brasileiros a retonar ao Brasil.

“Devemos decolar daqui às 9h (meio-dia no Brasil)”, afirmou o médico Edson Stakonsk. O voo de volta prevê parada em Manaus antes de seguir para Chapecó, para onde já foram levados o lateral-esquerdo Alan Rushel e o jornalista Rafael Henzel. A chegada de Neto está prevista para as 21h (de Brasília).

Veja a mensagem do irmão na íntegra:
“Deus é amor. E amor foi o que senti aqui de todos que o ajudaram, sejam com suas habilidades, sejam com suas orações, sejam os nativos daqui ou de qualquer lugar do mundo.

Aqui vão meus agradecimentos a Deus e a esses anjos da guarda que cuidaram tão bem do meu irmão aqui na Colômbia.

Sintam-se abraçados fortemente por toda nossa família e amigos, sejam vocês socorristas, médicos, enfermeiros, voluntários, polícia, Etc. De coração.

Não ia citar alguém, por receio de ser injusto, mas esse cara aqui, eu penso que, não fosse a atenção, insistência e intuição dele, possivelmente não estaríamos aqui, nos despedindo da Colômbia e retornando ao Brasil com a missão cumprida!!!

Muito obrigado Marlon Lengua!!! Muito obrigado Colômbia!!! Muito obrigado Brasil!!! Muito obrigado Mundo!!!”

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.