Adolescentes são torturados e mortos em Bacabal

Infelizmente casos de execução de jovens e adolescentes vem se tornando prática comum no Maranhão, não é exagero afirmar que existe um crescente e perverso extermínio de jovens negros, pobres e em conflito com a lei.
Na maioria dos casos o crime é de autoria e motivação desconhecida, rapidamente cai no esquecimento e fica sem punição. O fato das vítimas serem vistas por grande parte da sociedade como párias e marginais de certa forma parece legalizar ou justificar o assassinato destes adolescentes.
Omisso e subserviente, o Estado apenas assiste os casos de justiçamento contra a juventude pobre e favelada.
Mais dois adolescentes foram assassinados no último final de semana. Domingos Nonato da Silva Oliveira (15 ), e Luís Fernandes de Alcântara (16), moravam em Bacabal e foram mortos a tiros.
O corpo de Domingos conhecido por Taboquinha, foi encontrado por populares na manhã de sábado (16), em uma estrada vicinal do município de Alto Alegre do Maranhão. Já o corpo de Luís Fernandes, o Bebê, foi localizado na Estrada da Bela Vista em Bacabal.
Os dois adolescentes que eram acusados da prática de atos infracionais, como assassinato e tentativa, saíram de casa juntos na tarde de sexta-feira e desde então não teriam mais sido vistos.
Mais uma vez o Estado falha em não garantir a integridade física e a proteção dos adolescentes. Se provada a autoria de atos infracionais graves, estes adolescentes deveriam estar cumprindo medidas socioeducativas, caso contrário deveriam ter seus direitos assegurados.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.