Aberta V Conferência Municipal de Segurança Alimentar

A (Aberta V Conferência Municipal de Segurança AlimentarV) Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional reuniu mais de 200 pessoas, entre autoridades e representantes da sociedade civil organizada para debater o acesso ao alimento seguro e de qualidade. A conferência discute o tema mundial estabelecido pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) ‘Comida de verdade no campo e na cidade: por direitos e soberania alimentar’. O evento ocorre no Centro de Criatividade Odylo Costa, Filho e Teatro Alcione Nazaré, na Praia Grande e é aberto ao público.

Na abertura, a secretária municipal de Segurança Alimentar, Fatima Ribeiro, lembrou da importância destes debates e da participação de cada entidade ali presente. “Que possamos ser atuantes nesta conferência e que todos contribuam com sugestões, críticas e ideias para construirmos propostas de alcance social”, disse.

A conferência é uma iniciativa do Conselho Municipal de Segurança Alimentar, desenvolvido pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa). O presidente do Comsea, Iraelson Ferreira, explicou que a conferência é um espaço democrático de construção de políticas públicas para garantir a segurança alimentar das populações. “Neste espaço, as pessoas podem se manifestar, orientar e decidir os rumos destas políticas. A participação de todos aqui é importante, pois temos ainda muitas deficiências e metas a alcançar”, ressaltou.

Representando o governo federal, a analista técnica do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Ana Flávia Souza, ministrou palestra sobre o tema e ações da entidade pela garantia de alimentação segura e de políticas sociais. “A conferência é uma oportunidade que as populações e entidades têm para conhecer as ações do setor, sugerir e apresentar suas demandas”, disse. Ela acrescentou ainda que, as diretrizes e ações propostas na conferência são instrumentos para os gestores definirem futuras ações de segurança alimentar e alinhar outras em curso.

O secretário municipal de Planejamento, José Cursino, representando o prefeito Edivaldo, parabenizou a iniciativa e os esforços da titular da Semsa para executar as ações. “Esse encontro era um desejo do cidadão e muito necessário para as discussões de políticas do setor. E será um evento produtivo, de resultados e contínuo, como o trabalho que vem sendo feito”, ressaltou. Representando o governador Flávio Dino, o secretário de Estado de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, destacou as políticas da pasta municipal, citou ações do estado e reiterou a importância da parceria entre as gestões, a exemplo da estabelecida entre a Prefeitura e o governo do Estado.

Representantes das entidades levaram para o debate suas demandas e expectativas de soluções em curto prazo. “Queremos conhecer mais a política e entender o que há para a pessoa com deficiência. Também vamos contribuir com propostas que possam dar mais qualidade de vida a estes grupos”, disse o vice-presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, Paulo Roberto Barbosa.

Estiveram presentes no evento integrantes do Comsea, representantes de Ongs, sindicatos, escolas, empresas, entidades sociais, associação de moradores, lideranças religiosas, civis, além da comunidade. Durante o evento, foi lido e aprovado o regimento, eleitos os delegados; e à tarde, os participantes reuniram em mesas de debates para alinhar as propostas da conferência municipal.

O debate, que prossegue neste sábado (20), discutirá diversos temas no âmbito da alimentação segura e terá como foco o uso de agrotóxicos na agricultura e seus desdobramentos e consequências para o ser humano. As propostas firmadas neste evento municipal serão apresentadas na conferência estadual em agosto e após, na nacional, prevista para novembro, em Brasília.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.