a tarde de ontem (25), o Tribunal Superior do Trabalho – TST acatou o pedido dos Correios e concedeu liminar determinando que as federações representantes dos trabalhadores dos Correios garantam o efetivo mínimo de 80% dos empregados em cada unidade dos Correios, sob pena de multa diária de R$ 100 mil no caso de descumprimento.

No Piauí, 83% do efetivo não aderiu à greve, de acordo com o levantamento dos Correios desta terça-feira (26). O percentual corresponde a 1.270 empregados. Já o sindicato informa que a adesão foi de quase 100% da categoria nas cidades de Picos, Esperantina, Floriano, Parnaíba, Pedro II, Piripiri, Luzilândia, Oeiras, Bom Jesus e Piracuruca. Além desses, outros municípios também aderiram à greve, como Marcolância, Canto do Buriti, Joaquim Pires, Betânia do Piauí, São José do Peixe, Pedro Laurentino, Guadalupe, Simplício Mendes, Cristino Castro e outros.

Na última sexta-feira (22), os Correios e a Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect) chegaram a uma proposta de Acordo Coletivo de Trabalho para o biênio 2017/2018, que contempla reajuste de 3% nos salários e benefícios a partir do mês de janeiro de 2018 e manutenção do ACT 2016/2017. A cláusula do plano de saúde continua sendo mediada pelo TST. Hoje (26), a proposta será levada para as assembleias dos sindicados filiados à Findect. No momento, os Correios aguardam os resultados das assembleias.

Para amanhã, os representantes da categoria no Piauí marcaram uma manifestação no edifício sede dos Correios, na rua 7 de Setembro. Os empregados denunciam o fechamento de agências por todo o Brasil; ameaças de demissão motivada; corte em investimentos, incluindo novos concursos públicos; a suspensão das férias dos trabalhadores; retirada de vigilantes das agências, interferências e o sucateamento no plano de saúde da categoria, entre outras retiradas que já estão sendo promovidas.

Mesmo com a greve, os Correios garantem que a rede de atendimento está aberta e todos os serviços, inclusive o SEDEX e o PAC, continuam disponíveis. Apenas os serviços com hora marcada (Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje, Disque Coleta e Logística Reversa Domiciliária) estão com postagens suspensas para os seguintes destinos: Alagoas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraná, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e para algumas cidades do interior de São Paulo e de Pernambuco. O volume dos serviços com hora marcada postado para esses destinos representa 0,5% de todas as encomendas entregues pelos Correios e a suspensão foi realizada com o intuito de redirecionar os recursos para os demais serviços, que são os mais utilizados pelos clientes.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.