503 mulheres foram agredidas por hora no Brasil em 2016

aao0ekb-img

Quinhentas e três mulheres foram agredidas por hora no Brasil em 2016. O que totaliza 4,4 milhões de vítimas de chutes, empurrões ou batidas, considerando apenas as maiores de 16 anos. Os números estão em pesquisa divulgada nesta quarta-feira (8), encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública ao Datafolha.

Se foram consideradas agressões verbais, o índice acima, que é de 9% das mulheres brasileiras, sobe para 29%. O estudo relata ainda que 10%, ou 5 milhões de brasileiras, dizem ter sofrido ameaças de espancamento, e 22%, ou 12 milhões, foram alvo de humilhações. A pesquisa apresenta ainda casos mais graves, como ameaças com facas ou armas de fogo (4%), lesão por objetivo atirado (4%) e espancamento ou tentativa de estrangulamento (3%).

“A violência é um ‘mecanismo de resolução de conflitos'”, denunciou ao G1 a diretora-executiva do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Samira Bueno. “O corpo da mulher continua sendo passível de ser agredido, porque é socialmente considerado público. Faz parte de uma lógica da divisão de tarefas, de trabalho”, completou Maíra Kubik Mano, professora de pós-graduação em Estudos Interdisciplinares sobre Mulheres, Gênero e Feminismo da Universidade Federal da Bahia.

Conforme o Datafolha, 40% das mulheres com mais de 16 anos sofreram assédio dos mais variados tipos em 2016. Outras 36% (ou 20,4 milhões) foram alvo de comentários desrespeitosos ao andar na rua. Há ainda as que foram assediadas fisicamente em transporte público: 5,2 milhões ou 10,4%. As que foram agarradas ou beijadas sem consentimento chegaram 2,2 milhões (5%). Neste caso, as principais vítimas têm entre 16 e 24 anos e são negras.

“E as respostas públicas para isso têm sido muito frágeis”, denuncia Samira Bueno. Segundo ela, governos preferem segregar a mulher no espaço público, “e não existe uma transformação da cultura mostrando ao homem que o corpo da mulher é privado e que ele não tem o direito de tocá-lo”.

Leia também: Corpo de cantora do hit ‘Chorando se Foi’ está no IML há 45 dias

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.