Organização criminosa desviou mais de R$ 800 mil da saúde pública do Maranhão

Numa operação realizada hoje cedo da manhã pela Polícia Civil, uma organização criminosa comandada por João Victor foi desbaratada e contava com a participação de cinco pessoas, dentre elas a mãe do chefe da Orcrim, a namorada Larissa e mais dois amigos. Eles foram responsáveis pelo desvio de mais de R$ 800 mil, conforme a OSCIP que foi vítima do bando e denunciaram tudo para a polícia, colaborando com as investigações, como afirmou o delegado do caso.

Com o dinheiro desviado do pagamento de funcionários de hospitais, João Victor comprou carros de luxo e passou a ostentar nas redes sociais uma vida de ostentação. a Polícia localizou na conta de um membro da Orcrim a quantia de R$ 382 mil e outra parte foi usada para criar uma empresa de venda e revenda de cosméticos para disfarçar o rombo deixado pelo funcionários da OSCIP.

Ainda assim, o pagamento dos servidores dos hospitais controlados não foi afetado. A polícia fez hoje no casa dos envolvidos operação de busca e apreensão

Textos: Luis Cardoso

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.