Wesley Safadão comenta cobrança excessiva pelo sucesso: ‘Isso me tira o sono, nem durmo’

Nos bastidores do ‘Caldeirão’, cantor, que recentemente lançou o álbum ao vivo ‘Em Casa’, fala sobre a carreira e planos para 2017; confira

WESLEY SAFADÃO é daqueles incansáveis. Passa a maior parte do tempo na estrada, fazendo shows, divulgando seu trabalho, com poucos intervalos para voltar para casa e rever sua família. Além de incansável, o cantor se mostra grato e disposto. Sempre sorridente, por maior que seja a correria.

Nos bastidores do Caldeirão do Huck, onde emocionou uma no quadro Essa Música é Minha, ele contou ao Gshow como lida com a pressão pelo sucesso na carreira ascendente e revelou alguns planos para 2017.

Gshow: Você lida bem com a pressão externa pelo sucesso e para ser uma “máquina de hits”?

Wesley Safadão: É uma cobrança natural hoje em dia. Garimpo músicas, tenho muito cuidado na hora da produção, do lançamento. Graças a Deus, as coisas estão acontecendo. Mas é difícil. Se a gente consegue estourar muitas músicas em um trabalho, aí é que a responsabilidade aumenta para o próximo. Isso me tira o sono, nem durmo.

Gshow: Como tem sido a divulgação do álbum ao vivo “Em Casa”, lançado em setembro?

WS: Está muito especial! Já tem algumas músicas emplacadas. Onde a gente vai, a galera está cantando! Em um disco, quando você consegue acertar uma, duas, três músicas, as outras vão embarcando junto. Estou confiante nesse DVD. Foi um projeto muito especial.

Gshow: Curtiu a experiência de gravar um disco na sua própria casa?

WS: Foi muito tranquilo. A questão da experiência conta bastante, mas o formato é bom. E o melhor é o resultado das músicas.

Wesley Safadão vai gravar próximo DVD em Miami, em 2017 (Foto: João Miguel Júinior/TV Globo)

Wesley Safadão vai gravar próximo DVD em Miami, em 2017 (Foto: João Miguel Júinior/TV Globo)

Gshow: Recentemente, você ganhou o Prêmio Multishow na categoria Música Chiclete por “Camarote”. Esse tipo de reconhecimento te deixa vaidoso?

WS: É reconhecimento do trabalho. Se fosse para eu ser vaidoso, já era para ter ficado (risos). É muito legal ver sua música sendo conhecida nacionalmente, ganhando prêmio. Só de ter participado já é muito especial. Ganhar é melhor ainda. Estou sendo muito abençoado.

Gshow: Quais são os planos para 2017?

WS: Vou gravar meu próximo DVD em Miami, nos Estados Unidos, em abril de 2017. Na estrada, conheci muitas cidades novas no último ano, mas ainda tem muitas outras que preciso conhecer. Então, 2017 vai ser o ano de voltar para alguns lugares e conhecer novos. O que a gente sempre prezou, mesmo com a grande quantidade de shows, é a qualidade.

FONTE: GSHOW

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.