Vasco vai decidir a sorte contra o Ceará no Maracanã

A partida de sábado que vem, às 17h30m, contra o Ceará, em que o Vasco jogará sua última chance de subir para a Série A de 2017, será no Maracanã. A CBF autorizou a mudança de local do jogo, anteriormente marcado para São Januário. Para não depender do resultado e Náutico x Oeste, em Recife, o time vascaíno precisa vencer. Se conseguir, garantirá, enfim, na última rodada, o acesso à primeira divisão.

A última vez que o Vasco jogou no estádio foi em maio, nas duas partidas que decidiram o bicampeonato carioca contra o Botafogo.

Jogar no Maracanã foi um pedido de representantes de torcida organizada quando se encontraram com dirigentes e o técnico Jorginho, há duas semanas, antes de a equipe enfrentar o Bragantino. Na ocasião o Vasco estava em terceiro lugar na tabela da Série B, e após o jogo chegou a subir para a vice-liderança. Mas a derrota para o Criciúma, no sábado passado, deixou o time de São Januário em situação complicada, em quarto lugar, com apenas dois pontos de vantagem sobre o quinto, o Náutico, que é o primeiro fora da zona de classificação para a Série A (Atlético-GO, campeão da Série B, e Avaí já se classificaram, e o Bahia está em terceiro, com um ponto a mais do que o Vasco).

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, esteve nesta segunda-feira na sede da CBF. Segundo a assessoria do clube, a solicitação de troca de local do jogo contra o Ceará foi feita dentro do prazo de dez dias de antecedência estipulado pelo regulamento de competições da CBF.

A decisão pelo Maracanã atende à expectativa de levar mais torcedores a incentivar o time. E também à preocupação de, em caso de resultado negativo, haver quebradeira e confusão em São Januário, no caso de o jogo ser lá.

Segundo cálculos de Tristão Garcia, publicados no site Infobola, as chances de o Vasco (62 pontos, em quarto) subir para a primeira divisão são de 73%. O Bahia (com 63, em terceiro) tem 87% e o Náutico (60, em quinto), 40%.

Em caso de empate com o Ceará, o time terá que torcer para que o Náutico não vença o Oeste (38 pontos, em 16º), que está uma posição acima da zona de rebaixamento e ainda luta para não cair. Se perder, o Vasco então terá que torcer por derrota do Náutico.

Das 18 partidas que fez como mandante na Série B este ano, 16 delas foram em São Januário, onde o time conseguiu 10 vitórias, dois empates e quatro derrotas. O Vasco, no entanto, não vem de uma boa sequência em casa e já não vence há três partidas: dois empates e uma derrota.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.