Valdinar elogia melhorias em casas de assentamentos em Colinas

Por conta de uma denúncia feita pelo deputado Valdinar Barros (PT) meses atrás em plenário, as casas dos assentamentos de lavradores em Colinas passaram recentemente por melhorias, com a cobertura de palha sendo substituída por telha de barro. O registro desta obra foi feito na sessão desta quarta-feira (16) pelo próprio parlamentar petista, que destacou o trabalho realizado pelo Incra e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município.

Valdinar Barros lembrou que quando realizou a denúncia exibiu foto das casas com cobertura de palha, após uma visita que fez ao local. O deputado petista esteve novamente nos assentamentos e constatou o trabalho realizado pelo Incra, que classificou de ‘extraordinário’, após uma comissão de técnicos haver feito o levantamento da situação.

De acordo com Valdinar, o estudo “se transformou em alegria para aquelas famílias, que tiveram a possibilidade de retirar as palhas de cima da sua casa e botar realmente o que deveria ter sido colocado na época da construção: telha e madeira de qualidade”.

O deputado, que já morou em casa de palha, disse que havia condenado a cobertura de palha porque o projeto de assentamento do Governo Federal, através do Incra, era para fazer casas com telhado de barro.

O deputado fez uma agradecimento ao superintendente do Incra, Benedito Terceiro, por haver criado uma comissão que finalizou, três meses depois, a recobertura das casas de acordo com o que determina o projeto do Programa de Habitação Rural e que está sendo realizado o levantamento das outras casas para que o Programa de Reforma de Habitação conceda cinco mil reais para cada família.

Valdinar Barros disse que esteve com o superintendente do Incra, acompanhado de dez presidentes de associações, cada uma com seus projetos, e ficou acertado que serão liberados quase três milhões de reais para o município de Colinas, para a compra de material e investir em mão de obra, dando trabalho e renda. Elogiou também a atuação da direção do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Colinas, que acompanhou todo o processo, e dos técnicos do Incra envolvidos no caso.


você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.