Usuários dos Restaurantes Populares são beneficiados com cursos profissionalizantes

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes) ofereceu, esta semana, mais uma etapa das oficinas de capacitação destinadas aos usuários dos Restaurantes Populares de São Luís e região Metropolitana. A meta é ampliar a oportunidade de garantir uma renda extra àqueles que se alimentam diariamente nos equipamentos sociais mantidos e administrados pelos Governo do Estado.

 

O curso de panificação, coordenado pela secretaria Adjunta de Segurança Alimentar e Nutricional (Sasan) da Sedes, contemplou, desta vez, o público do restaurante popular do bairro da Liberdade, é parte integrante de uma série de ações que visam, além de incluir de forma sócio produtiva várias famílias maranhenses, garantir que os espaços das unidades de alimentação sejam utilizados para integração social dos seus frequentadores.

 

Durante as oficinas, os alunos recebem orientações sobre a forma correta de manipular os alimentos, sobre higiene pessoal e ambiental, além de aprender, na prática, como preparar receitas utilizando de forma integral os alimentos. Segundo o subsecretário da Sedes, Francisco Oliveira Júnior, o Governo do Estado tem executado de forma responsável e ativa todas as ações voltadas para os restaurantes populares, partindo do princípio disposto pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

 

“Os restaurantes populares foram criados a fim de garantir uma alimentação digna, de qualidade e de baixo custo a estudantes, crianças, idosos, desempregados e pessoas em situação de insegurança alimentar, mas que, além disso, também pudessem ser utilizados para cursos profissionalizantes e espaços de integração social de toda a comunidade que vive em torno dos equipamentos”, explicou.

 

De acordo com a estudante do curso de Nutrição, Áquila Ribeiro, que almoça todos os dias no restaurante da Liberdade, orientar a população sobre os benefícios de uma alimentação saudável e, ao mesmo tempo, ensiná-los uma profissão é algo que faz a diferença.

 

“Estou feliz por participar do curso e, mais ainda, por colocar em prática os ensinamentos que são repassados em sala de aula. Durante toda essa semana de capacitação, tenho presenciado a vontade de todos que estão aqui em aprender e utilizar esse aprendizado para aumentar a renda da família. Fico feliz em ver a população ser beneficiada pelo governo de forma acessível e responsável”, frisou a estudante.

 

Já para José Raimundo Diniz, que já trabalha em uma padaria assando pães, o curso servirá para que ele exerça outra função. “Eu só asso pães, mas tenho vontade aprender como faz. Aqui, além de aprender a fazer vários tipos, também estou aprendendo a como fazer um produto mais saudável”, disse ele.

 

Os cursos de capacitação em panificação se estenderão também para as outras unidades dos Restaurantes Populares. A partir da próxima semana, a unidade que será beneficiada com o curso será a do Maiobão. O período de inscrição deverá ser divulgado no próprio local.

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.