SSP apresenta, em coletiva, oito suspeitos por ações criminosas no Coroadinho

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) apresentou, nesta quarta-feira (9), no auditório Leofredo Ramos, na sede do órgão, oito pessoas presas na região do bairro do Coroadinho, em São Luís, por meio de ação da Polícia Civil e Polícia Militar do Maranhão (PMMA). Eles são suspeitos de estarem preparando ação contra uma facção criminosa e de envolvimento em homicídios, roubos e o tráfico de drogas.

 

Com os suspeitos, os policiais apreenderam entorpecentes, um colete balístico, dinheiro e apetrechos usados no tráfico de drogas. O secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela, durante a coletiva, parabenizou o trabalho de investigação e de buscas que foi realizado por meio de ação conjunta da Polícia Civil como a Militar que levou as prisões.

 

Os oito suspeitos presos são Wildson Fernandes dos Santos Serra, 19 anos; Denilson Sousa Costa, 30 anos; André Luís Gonçalves de Albuquerque, 26 anos; José Maria Santos Silva, 22 anos; Jardesson Gonçalves dos Santos, 22 anos; Maykon Barros da Silva, 18 anos; Dancarlos Costa da Silva, 25 anos; Genival Barros da Silva, 19 anos. Antes da operação que levou a prisão dos suspeitos, houve um trabalho de investigação realizado pela Polícia Civil, com participação daSuperintendência Estadual de Investigação Criminal (Seic) e o serviço de inteligência da Polícia Militar.

 

O superintendente da Seic, Thiago Portela, informou que alguns dos suspeitos estão sendo autuados em flagrantes pelos crimes de tráfico de drogas, roubos, associação criminosa, homicídios e todos já têm antecedentes criminais. “Eles estavam se armando para um enfrentamento contra outra facção criminosa e, antes de agirem, foram presos”.

 

Apreensão de suspeito na morte de sargento

O secretário Jefferson Portela aproveitou a entrevista coletiva para informar que os envolvidos no assassinato do sargento Luiz Cláudio Cordeiro Baldez estão completamente identificados. O oficial era lotado no Comando Geral da PMMA e o crime aconteceu no bairro Ipem Turu, em São Luís, em 10 de setembro. Um adolescente envolvido já foi apreendido.

 

O delegado Geral Lawrence Melo informou que o veículo usado na ação criminosa contra o sargento também já foi apreendido. As armas usadas no crime teriam sido uma pistola e um revólver calibre 38. “A Polícia Civil e a Polícia Militar estão empenhadas em capturar os outros envolvidos e ainda identificar todas as armas usadas no crime”.

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.