Incêndio assusta funcionários do hospital Presidente Dutra

Um incêndio, no início da tarde de quinta-feira (13), assustou funcionários e pacientes do Hospital Universitário Presidente Dutra, localizado no Centro de São Luís. O Corpo de Bombeiros foi acionado e já controlou o fogo.

 

 

 

 

O incêndio teve início por volta das 13h e, segundo informações do Corpo de Bombeiros, o foco começou em uma caixa de ar-condicionado de uma sala localizada no quarto andar do hospital.

 

 

 

 

O incêndio destruiu o forro da sala, mas não chegou a atingir os móveis. Nesse local, funciona o Departamento de Ensino e Pesquisa do Hospital Universitário. Ainda há informações se os documentos e projetos de pesquisa que são armazenados na sala foram atingidos.. Nesse andar, funcionam apenas os setores administrativos do hospital e ninguém ficou ferido.

 

Segundo a diretora de Ensino e Pesquisa, Nair Portela Coutinho, o serviço de engenharia do hospital e os bombeiros foram chamados assim que o incêndio foi detectado. Os bombeiros chegaram 15 minutos após a chamada. Por conta de uma fumaça densa e tóxica, os bombeiros tiveram um pouco de dificuldade para trabalhar no local.

 

De acordo com o subtenente Raimundo, do Corpo de Bombeiros do Maranhão, o incêndio pode ter sido causado por um curto-circuito.

Um incêndio, no início da tarde de quinta-feira (13), assustou funcionários e pacientes do Hospital Universitário Presidente Dutra, localizado no Centro de São Luís. O Corpo de Bombeiros foi acionado e já controlou o fogo.

 

 

 

 

O incêndio teve início por volta das 13h e, segundo informações do Corpo de Bombeiros, o foco começou em uma caixa de ar-condicionado de uma sala localizada no quarto andar do hospital.

 

 

 

 

O incêndio destruiu o forro da sala, mas não chegou a atingir os móveis. Nesse local, funciona o Departamento de Ensino e Pesquisa do Hospital Universitário. Ainda há informações se os documentos e projetos de pesquisa que são armazenados na sala foram atingidos.. Nesse andar, funcionam apenas os setores administrativos do hospital e ninguém ficou ferido.

 

Segundo a diretora de Ensino e Pesquisa, Nair Portela Coutinho, o serviço de engenharia do hospital e os bombeiros foram chamados assim que o incêndio foi detectado. Os bombeiros chegaram 15 minutos após a chamada. Por conta de uma fumaça densa e tóxica, os bombeiros tiveram um pouco de dificuldade para trabalhar no local.

 

De acordo com o subtenente Raimundo, do Corpo de Bombeiros do Maranhão, o incêndio pode ter sido causado por um curto-circuito.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.