Retrospectiva: Governo amplia assistência social com entrega de 75 CRAs e CREAs

Assegurar que pessoas nas mais diversas situações de vulnerabilidade tenham acesso a diretos, políticas públicas e programas sociais é uma preocupação constante do Governo do Maranhão. Por isso, só em 2016, foram entregues 75 novos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) espalhados por todo o Maranhão. São espaços com estrutura adequada, acessibilidade e espaços especializados para o atendimento, e que reforçam a parceria entre o Estado e as Prefeituras, que são as responsáveis pela manutenção e prestação dos serviços socioassistenciais.

Foram várias entregas no decorrer do ano, com 68 Cras e sete Creas, definidas como prioridade pelo governador Flávio Dino e realizadas pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes). “A inauguração destes dois tipos importantes de equipamentos da Assistência Social vem reforçar a política que estamos desenvolvendo nessa área, cujo foco é garantir o acesso dessas famílias às políticas públicas, de modo que elas possam usufruir de uma rede de atendimento com toda a estrutura e serviços para acolher e responder às suas demandas”, pontuou o governador Flávio Dino.

Com nova estruturas CRAs e CREAs passaram a ter condições físicas para o atendimento de maranhenses em situação de vulnerabilidade social. (Foto: Secap)

Com nova estruturas CRAs e CREAs passaram a ter condições físicas para o atendimento de maranhenses em situação de vulnerabilidade social. (Foto: Secap)

Os Cras e Creas, além de serem a porta de entrada para os programas sociais do Governo Federal e Estadual, como Bolsa Família e Bolsa Escola, têm uma equipe especializada, entre assistentes sociais e psicólogos que realizam atendimento psicossocial a crianças e adolescentes vítimas de violência, de trabalho infantil ou que tenham cometido ato infracional, além do apoio a famílias nas mais distintas formas de vulnerabilidades sociais.

Com prédio dotado de melhor estrutura, os Cras e Creas garantem a qualificação dos serviços oferecidos. O que antes era feito em salas inadequadas, que não garantiam sigilo e nem um ambiente acolhedor, hoje é ofertado em ambientes propícios ao atendimento. “Agora as famílias têm uma referência de atendimento socioassistencial nos municípios em que vivem e os novos equipamentos garantem proteção integral a estas famílias”, explicou o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista.

Segundo a secretária municipal da Criança e Assistência Social de São Luís, Andreia Lauande, as constantes mudanças de imóvel desorientavam a população atendida e causavam interrupções aos serviços. “Fizemos um levantamento e constatamos que todos os equipamentos eram alugados. Quando todos os Cras e Creas são alugados, a comunidade não tem referência no seu endereço. Agora isso está mudando”, ressaltou a secretária, ao comemorar as novas unidades que a capital maranhense recebeu.

O município de Benedito Leite também ganhou um novo Cras, no mês de agosto, e a população aprovou a ação. A dona de casa Maria Raimunda de Oliveira já era usuária dos serviços oferecidos no Cras e ficou feliz com o novo espaço. “Sou beneficiária do Programa Bolsa Família, sou atendida e acompanhada pelo Cras, participo das reuniões de famílias.

Temos um atendimento acolhedor pelos profissionais e principalmente pela assistente social e psicóloga. Estou feliz pelo novo Cras, pois é um espaço amplo e creio que vamos ficar melhor nas novas instalações”, opinou dona Maria.

Em Axixá, o pescador Antônio Luís Melo, 66 anos, agradeceu a nova sede inaugurada no município no final de agosto. “É um espaço muito importante e o melhor é que ficou mais perto da nossa casa. Assim fica muito mais confortável pela qualidade que o prédio tem. Estamos muito felizes”, afirmou.

Com nova estruturas CRAs e CREAs passaram a ter condições físicas para o atendimento de maranhenses em situação de vulnerabilidade social. (Foto: Secap)

Com nova estruturas CRAs e CREAs passaram a ter condições físicas para o atendimento de maranhenses em situação de vulnerabilidade social. (Foto: Secap)

Municípios que receberam novos Cras e Creas

As unidades do Cras e/ou Creas foram entregues em todas as regiões do Maranhão, beneficiando, só este ano, a população de 55 municípios: Afonso Cunha, Água Doce do Maranhão, Alto Alegre do Pindaré, Axixá, Bacabeira, Barão de Grajaú, Benedito Leite, Bernardo do Mearim, Brejo, Buriti Bravo, Coelho Neto, Colinas, Chapadinha (Cras e Creas), Duque Bacelar, Esperantinópolis, Feira Nova do Maranhão, Governador Eugênio Barros, Governador Luíz Rocha, Graça Aranha, Igarapé Grande, Jatobá, Lagoa do Mato, Lago do Junco, Lago dos Rodrigues, Lima Campos, Magalhães de Almeida, Matões do Norte, Milagres do Maranhão, Mirador, Nina Rodrigues, Nova Colinas, Paço do Lumiar (Cras e Creas), Passagem Franca, Pastos Bons, Paraibano, Paulino Neves, Paulo Ramos, Pedreiras (Cras e Creas), Presidente Dutra (Cras e Creas), Presidente Vargas, Pirapemas, Poção de Pedras, Riachão, Rosário, Samambaíba, São Bernardo, São Félix de Balsas, São João do Sóter, São José de Ribamar (Cras e Creas), São Luís (Cras nos bairros Vinhais, Cohab e Bequimão; e Creas no Turu), Sucupira do Norte, Sucupira do Riachão, Timon (Cras e Creas), Trizidela do Vale e Vargem Grande.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.