Reestruturação do sistema de saúde é discutida na AL

O Secretário de Estado da Saúde (SES), Ricardo Murad, participou, na manhã desta quarta-feira (19), de sessão especial na Assembleia Legislativa (AL), para falar sobre a reforma do sistema de saúde.

Um dos pontos altos da discussão foi à apresentação do programa “Saúde é Vida”, que tem investimento orçado em 350 milhões de reais e é responsável pela reestruturação da saúde no estado. Entre suas metas estão à construção de unidades de saúde com 20 leitos, hospitais de alta complexidade, reforma e ampliação de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). 

Nos primeiros quatro meses a frente da gestão da saúde no estado, Ricardo Murad avalia que o Sistema Único de Saúde (SUS) já passou por uma mudança radical. Dos 217 municípios maranhenses, 158 passaram por mudanças com a reestruturação do SUS no estado.

“Nessa semana, tivemos a reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) e com o apoio do novo Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems), aprovamos o novo realinhamento do repasse do teto financeiro aos 217 municípios. Utilizamos critérios racionais, transparentes, direcionando a verba da saúde de acordo com a necessidade da população de cada município e, isso refletirá em melhorias para os maranhenses”.

O Hospital Carlos Macieira (Antigo Ipem) compõe a lista dos hospitais beneficiados pelo “Saúde é vida”. Com investimento previsto de 60 milhões, será transformado em referência no tratamento de alta complexidade. Já na regional de Caxias será construído também um hospital para atender casos de alta complexidade. E Imperatriz ganhará um Centro de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon).

Unidades de Pronto Atendimento (UPA’s) estão sendo criadas ou reformadas no Centro de Saúde do Vinhais, no Pam Cidade Operária, Pam Diamante, Hospital Vila Luizão e outros.

“Essa é uma revolução sem precedentes na saúde no estado, temos a mobilização geral dos prefeitos, dos secretários municipais de saúde, universidades como Ufma, Uema e Uniceuma. Todos os programas da atenção básica como o DST/AIDS, saúde na escola, saúde mental, assistência farmacêutica, saúde do trabalhador e, em todos, estamos buscando a integralidade dos serviços”, disse.

Respondendo a questionamentos dos deputados, o secretário Ricardo Murad falou ainda sobre os investimentos na área de saneamento básico com a reestruturação da Caema e ainda fez um balanço positivo das ações da SES, entre elas, a melhoria no atendimento da Assistência Farmacêutica, o gerou uma diminuição no número de reclamações por parte dos usuários do SUS.

         O deputado Arnaldo Melo (PSDB), autor do requerimento da sessão especial, comentou sobre o novo momento que a saúde do Maranhão atravessa. “O que nos motivou a fazer este convite foi por vislumbrar no “Saúde é Vida” um bom projeto. A Assembleia, por ser a casa da ressonância popular, considerou importante trazer a SES, na pessoa do secretário Ricardo Murad, para que de forma democrática possamos discutir a política de saúde no estado, estimulando a necessidade permanente de integração entre os poderes”, declarou.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.