“População de São Luís é humilhada nas filas de marcação de consultas”, denuncia Wellington

O deputado Wellington do Curso (PP) usou a tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã desta quarta-feira (30), para denunciar que continua o caos na saúde pública de São Luís. A denúncia mostra a precariedade e deprimente situação de vários ludovicenses que padecem nas filas com o intuito de marcar consultas e exames na Central de Marcação de Consultas do Maranhão (CEMARC), em São Luís.

Na oportunidade, pela terceira vez, o deputado Wellington cobrou melhorias no sistema de marcação de consultas. “Não é a primeira vez que subo a esta tribuna para pedir ao prefeito melhorias no sistema de saúde. Em agosto de 2015 fiz uma indicação solicitando a possibilidade de implantar o serviço de teleagendamento para marcação de consultas. Neste ano, em abril, voltamos com mais uma indicação solicitando o mesmo pedido. Hoje, volto a pedir ao prefeito reeleito que possa ajudar o povo maranhense que passa horas e até dias, em uma fila para tentar marcar uma consulta”, denunciou.

O deputado Wellington, que já comprovou o caos de perto ao visitar a Central, aponta que é uma humilhação com os idosos, gestantes e com toda população.

Como solução, Wellington apresentou quatro tópicos que estava em seu Plano de Governo, quando candidato a prefeito de São Luís. “Em nosso Plano de Governo temos tópicos importantes para a melhoria da saúde em São Luís. Hoje, solicito ao prefeito de São Luís a Informatização do Sistema de Saúde Municipal, que consiste na criação do Prontuário Eletrônico Ambulatorial no âmbito municipal e Teleagendamento de Consultas básicas, de especialidades, exames de rotina e exames de alta complexidade, garantindo a universalidade e integralidade da assistência. Bem como a reorganização da Rede de Atenção à Saúde, melhorando a referência e a contra referência, garantindo a integralidade da assistência. Ainda, Implementar os Multicentros, que serão centros de especialidades médicas para a promoção da saúde, consultas e exames especializados; Saúde Itinerante: realizar mutirões periódicos para consultas de especialidade que, rotineiramente, não são disponibilizadas, a fim de garantir a universalidade e integralidade assistencial, em conjunto com as rotinas da atenção primária à saúde. Estas são algumas ações que, com certeza, o povo ludovicense quer, melhorias no sistema de saúde”, afirmou Wellington.

O parlamentar concluiu dizendo que “é triste saber que esconderam o problema durante as eleições e agora, com menos de 30 dias após o 2º turno das eleições, as pessoas continuam sendo humilhadas nas filas de marcação de consulta”.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.