Polícia diz não ter informações sobre militares desaparecidos no Maranhão

Soldado e cabo saíram juntos e desde o dia 17 não foram mais vistos.
Carro utilizado pela dupla foi encontrado na zona rural de Buriticupu.

A Polícia Militar segue as buscas, mas sem nenhuma informação quanto à localização dos policiais militares desaparecidos desde o dia 17 de novembro, no município de Buriticupu (distante 420 km de São Luís). Iniciando a terceira semana sem informações do cabo Júlio César da Luz Pereira e do soldado Carlos Alberto Constantino Sousa resta as famílias pedir maior atenção por parte da própria polícia.

O tenente-coronel Markus Lima, do Comando de Policiamento do Interior, disse que as buscas continuam em várias cidades da região como Bom Jesus das Selvas, Arame, Buriticupu e Açailândia, mas até agora nenhuma pista foi confirmada.

O carro que estava sendo usado pela dupla, pertencente ao solado, foi localizado dias depois do desaparecimento em um assentamento na zona rural do município.

Maria Cristina é esposa do soldado Alberto Sousa. Ela não consegue ficar longe dos celulares à espera de uma informação mais precisa. A última vez que ele falou com a esposa foi quando esteve na residência da família para deixar as duas enteadas que estavam na escola.

“Ele ficou conversando com um pessoal lá fora. Depois ele saiu e a filha dele perguntou se ele ia demorar. Ele respondeu que não, que era ‘rapidinho’. Faço apelo para o governo, para os comandantes para procurar, pois todos estão desesperados sem notícia”, disse Maria Cristina.

No dia que desapareceu, o solado Alberto Sousa se apresentou às 8h na 14º Companhia Independente da Polícia Militar. Ele nem chegou a cumprir todo o expediente, pois pediu ao seu superior para sair mais cedo.

No dia seguinte, segundo a escala da polícia, o soldado estaria de plantão, mas não apareceu.

Informações de testemunhas dão conta de que ainda na noite de quinta-feira (17) o soldado foi visto em companhia do cabo Júlio César da Luz Pereira, que é lotado no município de Estreito (distante 358 km de São Luís), mas está de licença médica e, por isso, está morando em Buriticupu.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.