Página 3 e politicando

 

 

 

Crise do Senado

Presidente do PSDB diz que

Sarney não deve ser cassado

 

Em discurso conciliador, o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), foi à tribuna do Senado nesta terça-feira para dizer que o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), não deve ser cassado pelos colegas independentemente das denúncias que surgem contra ele nos últimos meses.PSDB e DEM amenizam discurso e já falam em poupar Sarney

 

Guerra evitou repetir o pedido de afastamento de Sarney, pressionado pelo PSDB com nove representações no Conselho de Ética da Casa por acusação de quebra de decoro. Todas as ações já foram arquivadas sumariamente pelo presidente do órgão, Paulo Duque (PMDB-RJ), suplente do suplente do governador Sérgio Cabral.

 

“É claro que o presidente Sarney sofre um ataque muitas vezes injusto. Tudo que acontecer com ele, comigo ou com outros senadores é questão pública. Mas se vamos cassar alguém? É claro que não. Se vamos discutir esses fatos? É claro que sim”, disse o tucano, que se diz “antigo amigo pessoal” do peemedebista.

 

Ao tratar do tom incisivo de outros colegas, inclusive do seu próprio partido, Guerra afirmou que foi um dos últimos senadores tucanos a apoiar o pedido de afastamento de Sarney. Para ele, as denúncias contra qualquer homem público devem ser avaliadas pela Justiça, sem que esse corra o risco de perder seu mandato ou o cargo ao longo do processo apenas por pressão política. Comente

Na sua opinião, as irregularidades no Senado serão ou não serão apuradas? Por quê?

 

Guerra ponderou que apesar de sua estima pessoal pelo presidente do Senado, não mistura a relação pessoal com a política. Tanto é assim, disse ele, que apoiou Tião Viana (PT-AC) na eleição para a presidência da Casa no início do ano.

 

“Tenho muita estima pelo presidente José Sarney. Ele tem uma biografia. Eu o conheci há muitos anos. É um homem democrático. Deu várias lições aos brasileiros, dirigiu uma mudança dramática. Sempre foi cordial, civilizado, tem o respeito do povo. É um brasileiro que merecia uma boa imagem do seu país”, afirmou.

 

Na semana passada, senadores governistas costuraram um acordo para livrar tanto o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), como o líder do PSDB, Arthur Virgilio (AM), de punições, informou o jornal Folha de S.Paulo.

Ao fim do discurso do presidente do PSDB, que mereceu comentários de vários parlamentares durante a sessão, Sarney afirmou que o discurso de Guerra se constitui “em um verdadeiro código de ética” para os senadores.

 

 

Projeto estabelece advertência sobre

uso de álcool e drogas em livros escolares

 

Por unanimidade, o plenário da Câmara Municipal de São Luís aprovou,  primeira votação, projeto de lei de autoria do vereador Francisco Carvalho (PSL), que dispõe sobre inserções de advertência quanto aos problemas decorrentes do uso de drogas e álcool, nos livros didáticos distribuídos nas escolas de rede pública municipal.

“Todos sabem que a falta de informações gera comportamentos bárbaros, preconceituosos e desastrosos. Não seria diferente em relação às bebidas alcoólicas e às drogas, que tem provocado muitos problemas para os jovens e suas famílias”, disse Francisco Carvalho, ao justificar a sua propositura.

De acordo com o projeto a inserção das advertências, terá teto produzido pela Secretaria Municipal de Educação e distribuídos às editoras, que arcarão com multa de R$ 15 mil, em caso de descumprimento, com o valor dobrado se houver reincidência.

Francisco Carvalho destacou ainda que estudos realizados pela Organização Mundial de Saúde, apontam que uma dos maiores problemas no momento, em todo o mundo, diz respeito ao uso indiscriminado de drogas e das bebidas alcoólicas.

“Os números são estarrecedores. A droga e o álcool são os maiores propagadores da violência, são responsáveis por grande número de acidentes de trânsito, de assassinatos, de desemprego e até mesmo por separações conjugais”, destacou o vereador, com base em números da Organização Mundial da Saúde.

………………………………………….

 

  Astro de Ogum critica IBGE e diz que

 São Luis virou uma grande bomba

O vereador Astro de Ogum (PMN), disse, nesta terça-feira, no plenário da Câmara Municipal, que São Luís está virando uma grande bomba, por conta das centenas de postos de gasolina que são instalados diariamente na capital. Para ele, a Câmara deveria avaliar essa situação, saber se estão dento das condições técnicas exigidas pela legislação.

Astro de Ogum mostrou sua preocupação, durante discussão sobre o resultado da última amostragem do IBGE, que aponta São Luís com apenas 997.098 habitantes. Na concepção do vereador, somente pelo número de postos de gasolina existentes na cidade, São Luís, com já conta com mais de 1 milhão de moradores.

Astro revelou estar surpreso com essa história do IBGE; “Olha, pelas primeiras estimativas, esse órgão dizia que São Luís já tinha 1 milhão e 26 mil habitantes e, agora, os números que são  divulgados, não sintetizam essa realidade. Estamos perdendo mais de 20 milhões de reais ao mês, por conta desses números”, disse o vereador.

Por sua vez, o presidente da Câmara, Isaías Pereirinha revelou já ter mantido contato com o dirigente local do IBGE, Sérgio Mota, para que ele compareça à  Câmara para dar explicações. Mota disse a Pereirinha, que os números oficiais sobre a população de São Luís só irão ser divulgados no próximo dia 31. Os vereadores enfatizam que, a oficialização de 1 milhão de habitantes, São Luís perde, mensalmente, R$ 20 milhões das receitas de transferências constitucionais.

 

 

José Joaquim quer implantação

de abrigos para taxistas em SL 

 

A solicitação de estudos e a viabilização, dentro dos padrões técnicos exigidos para cada situação, a implantação de abrigos para taxistas em cada um dos postos de táxis no município de São Luís, com instalação anexa de sanitário público, foi feita pelo vereador José Joaquim (PSDB), na Câmara Municipal de São Luís, nesta segunda-feira, (17), através da aprovação de requerimento (reiterando anteriores) e indicação.

Para agilizar sua iniciativa, o parlamentar social democrata pediu que fossem encaminhados ofícios ao prefeito João Castelo e aos secretários Municipais de Transito e Transporte, José Ribamar Barbosa Oliveira Filho, e de Urbanismo e Habitação, Domingos José Soares de Brito, e ao presidente e a superintendente do Iphan, (Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), respectivamente Luís Fernando de Almeida e Kátia Santos Bogéa, com o objetivo de solicitar a realização dos estudos e a adoção das providências conseqüentes.

O vereador tucano sugere ainda que “seja estudada a viabilidade de uma parceria  entre o Governo do Estado, o Município de São Luís e o Iphan para efetivação, e um convênio entre o Governo do Estado e o Município de São Luís para que seja concretizado o citado projeto”. José Joaquim entende que “há muito se faz necessário a construção desses abrigos para os taxistas, dando-lhes condições dignas de trabalho, principalmente durante o período chuvoso, além de contribuir para o paisagismo de São Luís, contribuindo para ações objetivas para o projeto voltado para a Cidade Patrimônio da Humanidade, através de manter inserido no processo esses profissionais que muito contribuem para o desenvolvimento do turismo de nossa cidade”.

POLITICANDO

 Jackson Lago não descarta

disputar governo em 2010

O ex-governador Jackson Lago disse, nesta terça-feira, durante entrevista na Rádio Capital AM, não descartar a possibilidade de disputar o governo do Estado em 2010. Revelou que está mantendo contatos com o também ex-governador José Reina,do, para que, a partir de janeiro próximo percorram, juntos o interior do Estado, apresentando propostas e convocando as forças de oposição aos Sarney, para a retomada do governo, pelas urnas.

 

Vereadores manifestam preocupação (I)

com a projeção do censo do IBGE

 

Fazendo uso da tribuna da Câmara Municipal de São Luís, na manhã da última segunda-feira, (17), o vereador Geraldo Castro (PCdoB) manifestou preocupação com a revelação do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) que o município de São Luís tem uma população de 997.098 habitantes, destacando que a cidade irá ter algumas perdas, principalmente no tocante a liberação de recursos.

Vereadores manifestam preocupação (II)

com a projeção do censo do IBGE

 

 Na oportunidade, o vereador Lourival Mendes (PTdoB) lamentou o que foi divulgado pelo IBGE, “o que eu acho muito estranho”, e afirmou que é necessário a realização de um censo correto, dizendo que “até hoje nenhum funcionário do instituto passou pela minha para fazer recenseamento”, informando que o Legislativo Ludovicense deve criar uma comissão para tratar do assunto.

Vereadores manifestam preocupação (III)

com a projeção do censo do IBGE

 

Já os vereadores Ivaldo Rodrigues (PDT) e Francisco Carvalho (PSL) frisaram que no momento “isso é apenas uma projeção do IBGE, e o resultado do censo só será conhecido quando os recenseadores comparecerem as casas das pessoas, e ao final for divulgado o trabalho feito em 2010”, acrescentando o parlamentar do PSL, que o São Luís perde cerca de R$ 20 milhões por mês não alcançando o patamar de um milhão de habitantes.

Vereadores manifestam preocupação (IV)

com a projeção do censo do IBGE

 

 

O vereador comunista também lembrou que a preocupação com essa projeção do IBGE está ligada a estimativa para cálculo do Tribunal de Contas para repasse ao município, enquanto o vereador Francisco Viana (PSDB) enfatizou não ter certeza de que esse número do IBGE possa servir para aumentar FPM (Fundo de Participação do Município), e que só lembram do aumento de vagas para vereadores na Câmara Municipal, quando é mencionada a questão do aumento da população. 

DIRETAS

O líder comunitário José Carlos Ferreira, o Binho, do Monte Castelo, está internado no Socorrão I. Por conta de uma crise de diabetes, perdeu três dedos de um dos pés e chegou a ser internado na UTI.

&&&

Pelo andar da carruagem, a ministra da Casa Civil, Dilma Roussef, não vai emplacar como candidata a presidente da República.

&&&

Os deputados secretários Gastão Vieira (Planejamento) e César Pires (Educação), entraram em rota de colisão, o que é ruim para o governo Roseana.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.