MURAD NA ASSEMBLÉIA

          

                        JACKSON ESCONDIA

                        SEUS   SECRETÁRIOS

       

O debate sobre a política estadual de saúde, envolvendo o secretário Ricardo Murad e os deputados estaduais, nesta terça-feira, 19, em sessão especial no plenário da Assembleia, assinala um momento novo na história do Poder Legislativo, segundo entendimento do líder do governo, deputado Francisco Gomes (DEM). “A vinda do Ricardo até aqui fortalece a Assembléia Legislativa enquanto instituição e acentua o seu papel de poder fiscalizador dos atos do Executivo”, analisou.

Chico Gomes lembrou que, durante o governo passado, quando fazia parte do grupo de oposição, tentou inúmeras vezes, por meio de requerimentos, fazer com que secretários de Estado e diretores de órgãos públicos prestassem esclarecimentos sobre aspectos de suas gestões, sem contudo obter qualquer êxito. “Agora é diferente. Este governo respeita a Assembléia. E não tem por que esconder os seus atos”.

Na sua avaliação, o secretário Ricardo Murad teve um desempenho bastante satisfatório, respondendo com clareza a todas as questões formuladas pelos deputados e adicionando informações sobre programas e procedimentos da sua gestão. “Ele se saiu muito bem, demonstrou ter controle absoluto das políticas desenvolvidas pela pasta que dirige e não deixou nenhuma questão sem resposta”.

Para demonstrar que o atual governo não se furta a discutir suas políticas com a Assembléia, Chico Gomes lembrou que, antes do secretário de Saúde, o presidente da Caema já havia sido sabatinado pelos deputados em audiência pública.

Depois de Murad, será a vez do secretário Luciano Moreira (Administração e Previdência Social) passar pelo crivo do plenário. “É importante que a Assembléia discuta as ações do Executivo e contribua com críticas e sugestões. É assim que se vai aprimorando as políticas públicas”.

Longe de proteger programas e ações dos ‘olhos’ da opinião pública, Chico Gomes esclareceu que a intenção do governo é discutir essas políticas com a sociedade. “Temos muita coisa positiva para mostrar, não apenas para a Assembléia, mas também para todos os segmentos organizados”. Entre outras ações, ele destacou os planos de recuperação dos setores de saúde, educação, segurança pública e infra-estrutura.

Na área de Saúde, que foi o objeto de discussão da sessão especial de hoje na Assembléia, Chico Gomes disse que, mais importante que a ampliação da rede física, com a construção de novos hospitais e reformas de unidades já existentes, é a determinação do governo de valorizar os trabalhadores do setor, especialmente os agentes comunitários de saúde.

Segundo o líder, os agentes de saúde constituem a base da política de saúde. “São eles que fazem as visitas domiciliares, que levam as ações de saúde aos lugares mais inacessíveis, que dão movimento ao sistema de atendimento”. A partir de agora esses trabalhadores serão submetidos a um programa de capacitação profissional, para que o seu trabalho possa gerar resultados ainda mais satisfatórios.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.