Mãe deixa a filha para morrer nas mãos de criminosos

Por Mauro Garcia 

Com menos de 48 horas após a morte de Mariana Costa em São Luís, outra mulher foi cruelmente assassinada na madrugada desta terça-feira (15), com 17 tiros na cidade de Alto Alegre do Maranhão. Segundo informações da imprensa local, a vítima estava dentro de sua residência quando dois suspeitos bateram na porta perguntando por seu ex-namorado, que trabalha de vigilante em um estabelecimento da cidade, e como eles não conseguiram encontrar o rapaz, decidiram que a mulher seria o alvo para se vingar do vigilante.

A mulher identificada como Marlene, que respondia pela alcunha de “Guega”, morava no Residencial Ville, bairro Mocambo, e estava junto com a filha no momento que os criminosos entraram na casa, a mesma foi obrigada a deixar a filha, saindo de perto para a criança não olhar o trágico fim da própria mãe. A polícia esteve local e fazendo diversas diligencias  para localizar os assassinos.

Em menos de 48 horas, três assassinatos de maneira covarde.

No domingo (13), Mariana Costa Araujo, foi brutalmente assassinada pelo cunhado. Na manhã desta segunda-feira (14), foi presa, Deilândia dos Santos Assunção, pelo assassinato da própria filha Layane de Assunção Falcão de apenas 3 anos.  –

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.