Luís Fernando defende união dos prefeitos da Grande Ilha

Considerado com um dos principais defensores do processo de metropolização, o prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Silva (DEM), voltou a defender a união dos cinco municípios da Grande Ilha (São Luís, Ribamar, Paço do Lumiar, Raposa e Alcântara) com o objetivo de elaborar e executar políticas públicas comuns.

“Esse movimento [em prol da metropolização e do municipalismo], que conta com a adesão de vários municípios do interior, já se consolidou. Nosso objetivo é discutir e elaborar políticas públicas compartilhadas que beneficiem as populações e resolvam problemas antigos”, afirmou Luís Fernando durante entrevista concedida ao programa Ponto Final, da Rádio Mirante AM, nesta segunda-feira (24).

Luís Fernando reafirmou a sua disposição de continuar incentivando o prefeito da capital, João Castelo (PSDB), a se integrar ao movimento em prol da metropolização e do municipalismo. Ao contrário do que sugeriu Castelo em entrevista recente, Luís Fernando descartou que o movimento tenha qualquer conotação política/eleitoreira. “Já realizamos três reuniões, sendo a última em Ribamar. O prefeito Castelo foi convidado para participar de todas, mas infelizmente não compareceu a nenhuma delas.. Mas, sinceramente, tenho esperança que o prefeito de São Luís verá que esse movimento visa, exclusivamente, beneficiar as populações. Tenho esperança que o prefeito Castelo irá se integrar a essa corrente positiva”, disse.

O prefeito ribamarense frisou que, com vontade política e bom senso, os municípios – inclusive os localizados na região onde será construída a refinaria Premium da Petrobras – podem passar por cima da burocracia e iniciar esse trabalho de execução de políticas públicas comuns. Como exemplo, Luís Fernando citou o pacto firmado entre as Prefeituras de Ribamar e Paço do Lumiar que, ainda este ano, executarão parcerias administrativas nos setores da limpeza pública e iluminação pública nos bairros situados em áreas limítrofes.

“É impossível se pensar em administração isolada. Somente com a união das Prefeituras será possível gerenciar problemas nas áreas da saúde e infra-estrutura, por exemplo. A capital São Luís tem papel fundamental nesse processo de consolidação da metrópole. Por esse motivo, continuarei pedindo que o prefeito João Castelo se integre a esse movimento dos prefeitos maranhenses”, finalizou.

As colocações de Luís Fernando foram muito elogiadas pelos ouvintes que participaram do programa. “O prefeito Luís Fernando tem toda razão em defender as parcerias administrativas entre as Prefeituras da Grande Ilha. João Castelo precisa acordar e se integrar a essa discussão. Somente com a participação efetiva de São Luís, avalio eu, será possível consolidar esse processo de metropolização”, comentou o ouvinte Pedro Milhomem.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.