Lucas Porto, suspeito de assassinar Mariana Costa, confessa crime

Lucas Porto confessou ter assassinado a jovem Mariana Costa, 33 anos, no último domingo (13), em São Luís. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) durante coletiva de imprensa, na manhã desta quarta-feira (16). Segundo a polícia, o suspeito alegou ser apaixonado pela vítima, que teria falecido durante tentativa de estupro.

Desde que foi preso no domingo, Lucas Leite Ribeiro Porto seguia negando a autoria do crime. Porém, durante a noite de terça-feira (15), o suspeito apresentou confissão que veio a confirmar a linha de investigação da polícia.

Ele disse que tinha uma atração pessoal muito forte pela Mariana, sua cunhada. Relata que resolveu ir ao apartamento da vítima, onde a encontrou sem roupa e, a partir daí, tentou estuprá-la, resultado na morte.

Lucas afirmou, ainda, que nutria desejo pela cunhada e que perdeu o controle ao surpreendê-la nua. “Ele nega qualquer relacionamento anterior com a Mariana e o ato que resultou foi uma vontade dele, unilateralmente”, afirmou o delegado geral, Lawrence Melo.

Desde que foi preso no domingo, Lucas Leite Ribeiro Porto seguia negando a autoria do crime. (Foto: Divulgação)

Desde que foi preso no domingo, Lucas Leite Ribeiro Porto seguia negando a autoria do crime.

Investigações

Após a confissão, as investigações prosseguem na constatação de provas técnicas para comprovação da autoria do assassinato. A polícia acredita que o resultado da perícia e os depoimentos das testemunhas confirmarão o depoimento do suspeito.

Lucas Porto foi preso com base nos elementos de convicção de posse da polícia, que agora aguarda resultados periciais, como a análise das filmagens do prédio da vítima. A perícia também comprovará a violência sexual. “A confissão dele não foi importante para a definição da autoria. Para a motivação do crime, ela passa a ser considerada e investigada”, disse o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela.

Entenda o caso

Lucas Porto entrou no apartamento de Mariana, sobrinha-neta de José Sarney, por volta das 15h e permaneceu por cerca de 40 minutos, depois ele desceu pelas escadas de forma rápida.

Ao sair do prédio, ele realizou uma ligação de cerca de oito minutos e depois foi embora. Lucas ainda retornou ao prédio depois, usando outra roupa, quando foi abordado pelos delegados, que já estavam de posse das imagens das câmeras de segurança.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.