Libertadores: Brasil herda vaga do México e bota Galo na fase de grupos

Brasil herdou uma das vagas do México na fase de grupos da Libertadores da América. O lugar extra será destinado ao quarto colocado do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG. Com isso, o país disputará a etapa de chaves com seis equipes: as quatro primeiras do Brasileirão (Palmeiras, Flamengo, Santos e Atlético-MG), o campeão da Copa do Brasil (Grêmio ou Galo) e o campeão da Sul-Americana (Chapecoense).

A informação foi confirmada ao GloboEsporte.com por Robert Harrisson, presidente da Federação Paraguaia de Futebol e integrante do Conselho Executivo da entidade sul-americana. A Conmebol deve divulgar um comunicado sobre o assunto ainda nesta terça-feira. O sorteio dos grupos da competição será no próximo dia 21 de dezembro, em Assunção.

As outras duas vagas do Brasil levam à fase prévia e são destinadas ao quinto e ao sexto colocados do Brasileirão – ou ao sexto e ao sétimo, caso o Atlético-MG ganhe a Copa do Brasil (nesse caso, o quinto do Brasileiro teria vaga direta). Atlético-PR, Botafogo, Corinthians e Grêmio estão na briga por essas vagas.

Nova distribuição das vagas:

Brasil: 8 (com Chapecoense, campeã da Copa Sul-Americana)
Argentina: 6
Colômbia: 5 (com Atlético Nacional, atual campeão)
Chile: 4
Peru: 4
Paraguai: 4
Bolívia: 4
Equador: 4
Venezuela: 4
Uruguai: 4

O México desistiu de disputar a Libertadores por incompatibilidade de datas. No entanto, o retorno de representantes do país em 2018 é dado como quase certo, e a distribuição das vagas voltaria ao cenário anterior. Os mexicanos tinham três vagas na competição: duas na fase de grupos e uma na fase prévia. Além do Brasil, a Argentina também herdou um lugar entre os 32 que disputarão a fase de grupos, que ficará com o campeão da Copa do país. O torneio já está em sua final, que será disputada entre River Plate e Rosario Central, em jogo único, no próximo dia 15 de dezembro. Brasil e Argentina, no entanto, não terão representantes a mais.

A Libertadores terá três fases prévias. Na primeira, disputada no início da segunda quinzena de janeiro, são três jogos envolvendo equipes de Bolívia, Equador, Paraguai, Peru, Venezuela e Uruguai – os encontros serão definidos por sorteio. Esses países ganharam uma vaga a mais. Desta etapa, saem três times para as fases seguintes, onde estão os dois brasileiros sem vaga direta. Aí ocorrem oito confrontos, de onde restarão outros quatro duelos. Os quatro vencedores desses duelos irão à fase de grupos.

O presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno, disse que o clube ainda não tem confirmação da CBF sobre a vaga direta.

– Desci do avião (em Porto Alegre, para a final da Copa do Brasil) e entrei em contato com o Manoel Flores (diretor de competições da CBF) para confirmar. E a CBF não foi comunicada pela Conmebol. Estamos focados no jogo desta quarta-feira. A vaga do Atlético tem que vir dentro de campo – disse ele.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.