Holanda: governadora não fez até agora nenhuma obra em São Luís

O deputado Edivaldo Holanda (PTC), líder da Oposição na Assembleia Legislativa, prepara um detalhado relatório sobre ações que vêm sendo anunciadas pela governadora Roseana Sarney mas que, segundo ele, são apenas artifícios de uma mídia enganosa, que tenta ludibriar a população. De acordo com o parlamentar, a governadora Roseana propaga realizações de um governo virtual, que não se corresponde com a realidade. Eu dou um prêmio a quem mostrar uma obra do governo estadual na cidade de São Luís, uma cidade com mais de 1 milhão de habitantes, penalizada porque tem um prefeito de oposição, afirma o deputado Edivaldo Holanda.

Ele explica que o prefeito João Castelo (PSDB) sofre dificuldades, tentando a duras penas, e com muito esforço, realizar seu programa de governo na capital maranhense. O prefeito Castelo, apesar de tudo, tem obtido avanços na administração da nossa cidade. Mas, por exemplo, tenta construir o grande hospital de referência de São Luís, mas está sendo impedido pelo Governo do Estado. A grande obra deles – deste governo da usurpação – que pode ser apresentada na capital é o empecilho para que o prefeito João Castelo não construa o hospital que São Luís tanto necessita, enfatiza o líder da Oposição na Assembleia.

Holanda ressalta que, recentemente, o projeto do Hospital Central de Emergência, que será construído pela Prefeitura de São Luís, foi um dos grandes destaques do VII Grande Prêmio de Arquitetura Corporativa, realizado durante a Bienal de Arquitetura de São Paulo, no Parque Ibirapuera. Trata-se do mais importante e democrático prêmio do setor na América Latina.

HOSPITAL DE REFERÊNCIA

Planejado para ser um dos maiores e mais modernos empreendimentos da rede pública do país e de nível internacional, o projeto de arquitetura do Hospital Central de Emergência foi o vencedor na categoria Saúde.

O Hospital Central de Emergência já está com os projetos de arquitetura e engenharia concluídos. Ele foi projetado para dispor de 240 leitos, divididos em dois pavimentos, quatro Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) e um centro de tratamento de queimados. Para o térreo, estão planejadas as unidades de urgência e emergência, assim como os setores de diagnóstico e o centro cirúrgico. No piso superior, serão instaladas as unidades de internação bem como as UTIs.

Com previsão de ser lançado até o final do mês de maio, o edital de licitação da obra também já está em fase de conclusão. O objetivo da Prefeitura de São Luís é iniciar a construção do complexo de saúde logo no início do segundo semestre. O Hospital Central de Emergência disporá de uma área construída de 23.870 metros e contará, também, com o Parque da Saúde, onde haverá uma área de preservação ambiental e um setor específico para programas de saúde preventiva.

GOVERNO SEM OBRAS

Lamentavelmente, assinala o deputado, ao contrário do governo municipal de São Luís, estamos na esfera estadual diante de um governo dissimulado. Uma prova disto é que nós assistimos neste mês de abril ao transcurso de um ano, ou 365 dias, de nada. Nada feito, nada construído pelo Governo do Estado. As únicas coisas que temos são iniciativas de empresas nacionais e multinacionais que vieram para o Maranhão nos governos anteriores.

Para Edivaldo Holanda, o que a governadora Roseana Sarney conseguiu fazer até agora foi concluir obras iniciadas pelo governador Jackson Lago, como a Ponte da Integração, o Estádio Frei Epifânio d’Abadia, a Rodoviária de Imperatriz e alguns quilômetros de asfalto que Jackson Lago deixou contratados na região tocantina e mais nada.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.