Holanda faz apelo para que governo atenda servidores da Aged

O deputado Edivaldo Holanda (PTC) fez, na manhã desta terça-feira (11), um apelo para que o Governo do Estado atenda às reivindicações dos servidores da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão. De acordo com o deputado, estes servidores anunciam que realizarão uma paralisação de advertência nesta quarta-feira (12).

Edivaldo Holanda lembrou que a advertência dos assistentes de defesa agropecuária (ADA) está sendo motivada por uma série de reivindicações não atendidas pelo governo do Estado. “Trata-se de mais um grupo lesado pela palavra não cumprida deste governo”, afirmou o líder oposicionista, explicando que os servidores da Aged reivindicam a continuidade do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) já em trâmite desde o governo passado e o desarquivamento do processo que trata do percentual complementar de 30% de gratificação à classe.

Além de lamentar a insensibilidade do governo em relação aos problemas dos servidores do Estado, Holanda voltou a denunciar a ofensiva do governo com propagandas enganosas na mídia. “Chego a cogitar a proposição de um grande projeto de migração, para levar os funcionários públicos para dentro daquele estado que somente existe na mídia deste governo”, afirmou o parlamentar.

Ele acrescentou que obras e realizações anunciadas nas áreas da educação, da saúde, da segurança pública, da infra-estrutura e outros setores do Estado sugerem a existência de um governo virtual. “Assistir à mídia virtual que este governo vem patrocinando é uma verdadeira agressão à cidadania do povo maranhense”, afirmou o deputado.

Citando reportagem publicada no Jornal Pequeno, acerca das reivindicações dos servidores da Aged, Edivaldo Holanda criticou que nada é feito pelo governo a favor dos funcionários públicos, advertindo que a paralisação dos trabalhadores da Agência pode comprometer a campanha de vacinação contra a febre aftosa no Estado. “Faço um apelo para que o governo ouça e atenda os servidores da Aged. Cuidar das pessoas é atendê-las em suas reivindicações mais justas”, enfatizou o deputado.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.