Governo participa de ação no Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trânsito

O Governo do Estado participou da mobilização pelo Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trânsito, por meio Núcleo de Doenças e Agravos Não Transmissíveis (DANTs) da Secretaria Estado da Saúde (SES), neste domingo (20), na Praça do Pescador. A atividade foi realizada na Avenida Litorânea, em São Luís, com ações educativas, ato ecumênico e caminhada. A mobilização foi organizada pela coordenação da campanha SOS Vida pela Paz no Trânsito, com a participação do Governo do Estado, Prefeitura de São Luís, Maçonaria Unida do Maranhão, entre outros parceiros.

 

Muitos acidentes no trânsito podem ser prevenidos quando condutor e pedestre rotineiramente usam a faixa e obedecem à sinalização, adotam o cinto de segurança, fazem uso do capacete e dispositivos de proteção para os passageiros, respeitam os limites de velocidade da via e não misturam álcool e direção. Este é o alerta da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

 

“Os hospitais de média e alta complexidade registram gastos significativos no tratamento das lesões de pacientes por acidentes vítimas de trânsito. O objetivo dessa ação é sensibilizar a população, visando à redução das lesões e óbitos no trânsito, na capital e interior do estado”, explicou o coordenador do Núcleo de Doenças e Agravos Não Transmissíveis (DANTs) da SES, Victomar Teixeira.

 

O aposentado Antônio Farias, de 64 anos, que faz parte Fórum Maranhense das Entidades de Pessoas com Deficiência e Patologias, disse que a imprudência no trânsito precisa ser combatida.  “Por conta da minha imprudência, em 1987, eu forcei uma ultrapassagem. Sobrevivi, mas a pancada foi muito forte, provocando uma lesão. Precisamos evitar novas vítimas no trânsito. Com esta ampla mobilização, nós queremos mostrar que a ação preventiva deve ser intensificada. Participo de vários movimentos e fóruns colaborando e incentivando a prevenção”, disse o aposentado.

 

Vida em Duas Rodas

Desde 2015, a SES, por meio do DANTS, desenvolve o Projeto Vida em Duas Rodas, por meio da promoção de Seminários de Estratégia de Redução de Acidente de Motos, nos municípios sede das Unidades Regionais de Saúde de Presidente Dutra, Barra do Corda, Pedreiras e Codó.

 

Por apresentar alto índice de acidentes de trânsito, a cidade de Presidente Dutra foi selecionada para receber as ações do projeto Vida em Duas Rodas. Entre 2013 e 2015, foram registrados 261 acidentes, sendo 167 óbitos (63,9%) envolvendo motocicletas. Os dados são do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) da SES.

 

Os acidentes envolvendo moto, por exemplo, tem grande impacto no município de Barra do Corda. Foram registrados 67 óbitos entre 2013 e 2015, fora as lesões. No caso dos acidentes envolvendo motos, 47 óbitos, nesse mesmo período.

 

As ações desenvolvidas do projeto Vida em Duas Rodas contam com a parceria do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA), instituições governamentais e não governamentais, Câmara dos Vereadores, promotoria de Justiça, Ministério Público, sindicatos, autoescolas, Secretarias Municipais de Educação, Meio Ambiente, Obras e Saúde, além das Igrejas Católica e evangélicas e dos Segmentos da Sociedade Civil.

 

Projeto Vida no Trânsito

A iniciativa foi implantada no município de São Luís em 2010, com o objetivo de reduzir o número de vítimas de acidentes de trânsito, bem como reduzir as lesões e internações nos hospitais, resultando em gastos menores na saúde pública do estado. As diretrizes adotadas são a criação de um banco de dados, criação de comitê interinstitucional e ações voltadas para educação no trânsito.

 

Caminhada

Na Avenida Litorânea, cruzes foram fixadas como símbolo das vítimas de trânsito. Motoqueiros, pedestres, condutores, crianças, jovens e adultos participaram da mobilização.s

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.