Governo do Maranhão abre mais de um leito por hora para coronavírus e chega a 1.680

A rede estadual de saúde do Maranhão tem entregado uma média diária de 29 novos leitos exclusivos para casos de coronavírus. Ou 1,2 a cada hora. Nesta terça-feira (2), foi atingida a marca total de 1.680. 

Esse cálculo não inclui os leitos da rede municipal ou da privada. Leva em conta apenas os da rede estadual, de responsabilidade do Governo do Maranhão. 

Em 12 de abril, a rede estadual tinha 232 leitos para a doença. Na época, havia 445 casos confirmados, e a ocupação dos leitos ainda era baixa: 17% na UTI e 37,5% nos clínicos.
Mesmo assim, o Governo do Maranhão decidiu acelerar a abertura e a reserva de novos leitos, a fim de se antecipar ao aumento da curva. E assim foi feito. 

De lá para cá, o total passou de 232 para 1680. Num intervalo de 50 dias, a rede estadual para Covid-19 recebeu 1.448 leitos, um dos maiores aumentos em todo o Brasil. Ou seja, por dia foram adicionados em média 28,96 leitos exclusivos para coronavírus na rede estadual. “Nesses meses de luta diária, saímos de 232 leitos estaduais dedicados ao coronavírus para 1680. E temos taxa de letalidade abaixo da média nacional. Apesar desse esforço, essa terrível doença já nos levou quase 1.000 maranhenses. Lamento profundamente. Seguimos lutando”, afirmou o governador Flávio Dino.

No Brasil, o índice de mortalidade do coronavírus é de 5,69%. No Maranhão, está em 2,72%. Ou seja, metade da média nacional.

Fonte: Secap

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.