Governo do Estado discute com parceiros ampliação do Programa ‘Mais Sementes’

Com mais de 1828 toneladas de sementes de arroz, feijão e milho distribuídas ao longo de 2015 e 2016, o Programa ‘Mais Sementes’ vem apoiando os agricultores na produção desses itens essenciais para a segurança alimentar dos maranhenses. Buscando ampliar a atuação desse programa, a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) reuniu secretarias de governo, sindicatos, representantes de municípios e órgãos ligados ao setor agropecuário para discutir a produção e distribuição de sementes no estado.

O encontro, realizado na última sexta, contou com a participação de representantes do Governo do Ceará, que apresentaram o projeto Hora de Plantar, pioneiro no país e atuando há 29 anos no atendimento à produtividade agrícola e segurança alimentar, sendo referência e adotado em outros estados.

Para o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Márcio Honaiser, iniciativas como o Mais Sementes devem ser sempre discutidas e aperfeiçoadas. “É fundamental que todos os atores envolvidos no Programa Mais Sementes possam discutir, em conjunto, as oportunidades de melhoria e ampliação desse trabalho, para que possamos alcançar cada vez mais maranhenses. A expertise da equipe do Hora de Plantar enriqueceu nossa discussão e abriu novas possibilidades”, ressaltou. Um dos objetivos do encontro é planejar incentivos à produção de sementes no Maranhão.

Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), as secretarias de Agricultura Familiar, Trabalho e Economia Solidária e Planejamento, movimentos sociais como o MST e produtores de sementes, além da Agência Estadual de Pesquisa e Extensão Rural (Agerp), parceria da Sagrima na execução do Programa Mais Sementes, participaram das discussões.

“Parabéns à Sagrima pela inciativa, parabéns a todos que compõem o projeto, tenho certeza que temos muito a discutir e aprender com essa experiência”, elogiou o secretário municipal de Agricultura de Arari, José Luiz Fernandes.

Equipe do Governo do Ceará apresentou o projeto Hora de Plantar. (Foto: Divulgação/Sagrima)

Equipe do Governo do Ceará apresentou o projeto Hora de Plantar. (Foto: Divulgação/Sagrima)

Entrega de sementes

Para a safra 2016/2017, as sementes de arroz e milho já estão sendo entregues, bem antes do período de plantio. Serão 353 toneladas de sementes de arroz e mais de mil de sementes de milho.

Desde o final do ano passado, é possível aos produtores interessados em receber sementes de arroz, feijão, milho, hortaliças ou frutas acessarem o site da Sagrima e fazerem o pré-cadastro. Uma vez cadastradas, as informações vão para o banco de dados da Sagrima e permitem ao Governo do Estado melhor gestão da compra e distribuição dos insumos, com maior abrangência do programa e atendimento às demandas dos maranhenses.

A distribuição será feita priorizando quem primeiro se cadastrou e está sujeita à disponibilidade para cada região/município. Para os produtores que não puderam fazer o pré-cadastro, será possível fazê-lo nos pontos de distribuição e garantir assim as sementes. Todos os 217 municípios serão contemplados, com atenção especial aos pertencentes aos 30 menores IDH do estado, que receberam maiores quantidades.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.