Goleira acusada de entregar jogo para o Flamengo fica fora da seleção

A goleira Luciana Maria Dionízio, 28, ficou de fora da lista das 18 jogadoras convocadas para defender a seleção feminina de futebol na Olimpíada do Rio, em agosto. Ela foi acusada de entregar partidas durante confronto entre Rio Preto e Flamengo, pelo Brasileiro deste ano.

O diretor jurídico do Rio Preto, José Eduardo Rodrigues, pediu a investigação de Luciana por um comportamento “estranho” durante jogos entre as duas equipes, principalmente no segundo confronto, realizado no dia 20 de maio, no estádio Anísio Haddad, em São José do Rio Preto. O time carioca venceu a partida por 2 a 1 e conquistou o título da competição -o primeiro jogo terminou com vitória do Rio Preto por 1 a 0.

Titular com a seleção no Mundial realizado em 2015, Luciana aparece apenas na lista de suplentes.

Anunciada pelo técnico Vadão, a lista conta com nomes como Marta, eleita quatro vezes a melhor jogadora do mundo, e Andressa Alves, atacante do Barcelona.

No Rio, o Brasil tenta o título olímpico inédito. O grupo da seleção tem China, Suécia e África do Sul.

Veja as convocadas:

– Goleiras

Bárbara

Aline

– Defensoras

Monica

Rafaelle

Bruna

Erica

– Laterais

Fabiana

Poliana

Tamires

– Meio-campo

Formiga

Thaisa

Andressinha

Marta

– Atacantes

Debinha

Cristiane

Andressa Alves

Bia

Raquel

– Suplentes

Luciana

Camila

Darlene

Thais Guedes

Com informações da Folhapress. naom_57853d432d8e1

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.