Fiscalização do Procon/MA alcança ampliação de atendimento em bancos de Açailândia e Caxias

O Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Maranhão (Procon/MA) continua assegurando melhorias no serviço bancário, no Maranhão, por meio de intensa fiscalização. No município de Açailândia, após aplicar sanções, o Procon/MA garantiu a ampliação do atendimento em unidade bancárias do Banco Brasil e Bradesco, além de assegurar acessibilidade a pessoas com deficiência no Banco do Nordeste. Em Caxias, a Caixa instalou três novos terminais de autoatendimento.

A fiscalização em Açailândia conseguiu que a agência do Bradesco tivesse a primeira reforma em 20 anos, a fim de ampliar o atendimento e oferecer mais conforto aos consumidores. Também o Banco do Brasil instalou mais um guichê, para proporcionar mais celeridade ao atendimento, e um terminal de autoatendimento adaptado foi instalado no Banco do Nordeste. Todas as agências incluíram divisórias em suas unidades.

“As melhorias deram mais comodidade e mais qualidade à prestação do serviço ao consumidor, mas, casos de reincidência de irregularidades evidenciam que estamos ainda distantes de alcançar os 100%. Por isso, estamos trabalhando para melhorar a cada dia”, afirma o coordenador da unidade do Procon/MA em Açailândia, Genilson Rodrigues.

Somente a agência da Caixa, em Açailândia, não apresentou nenhuma mudança e continua reincidindo em irregularidades. Nesta quarta-feira (9), a agência foi autuada por não disponibilizar dinheiro para saques no último fim de semana. Até agora, mais de R$ 95 mil em multas já foram aplicadas às agências bancárias de Açailândia devido à reincidência de inúmeras irregularidades.

Ao contrário de Açailândia, a agência da Caixa em Caxias garantiu melhorias significantes para o município após notificações doProcon/MA. Com a instalação de novos terminais de autoatendimento, a agência bancária possibilita maior capacidade de atendimento. Durante o ano de 2016 em Caxias, todas as agências bancárias receberam autuações, o que somou um total de R$ 129 mil em multas por conta de irregularidades.

Segundo o presidente do Procon/MA, Duarte Júnior, quando o diálogo se esgota é necessário endurecer a cobrança. “A melhoria da qualidade e a humanização dos serviços bancários, em todo o Maranhão, é uma prioridade para o Governo do Estado. Por isso, não vamos mais permitir desrespeito aos consumidores dentro das agências. De agora em diante, os banqueiros só tem duas opções: ou melhoram os serviços ou sofrerão sanções cada vez mais rígidas”, alertou.

Em todo o Maranhão, o Procon/MA tem intensificado a busca por melhorias nos serviços bancários por meio de fiscalizações semanais das agências. Este ano, a atuação do Instituto alcançou melhorias também no município de Codó, onde uma nova agência do Bradesco foi inaugurada e os bancos realizam adaptações importantes para melhor atender o consumidor.

Em Balsas o Procon/MA garantiu a instalação de mais uma agência do Banco do Brasil e da expansão do Bradesco. Outras melhorias também foram alcançadas por meio de fiscalização nos município de São João dos Patos, Estreito, Santa Inês, Timon e São Luís. Mais de R$ 9 milhões já foram aplicados em multas a bancos em todo o Estado.

A recomendação do Procon/MA é que o cliente, ao perceber qualquer irregularidade, pode formalizar denúncia por meio do aplicativo disponível para download nas lojas virtuais dos smartphones Android e IOS. Pode, também, acessar o link denúncia no site do Procon/MA ou em qualquer unidade física mais próxima.

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.