Ex-BBB Ana Paula Renault é hostilizada por taxistas em manifestação: ‘Agredida’

Ana Paula Renault afirmou ter sido hostilizada e agredida durante manifestação de taxistas contra motoristas de Uber, nesta terça-feira (29), no aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio de Janeiro. O aplicativo que chegou a ser aderido pelo modelo Borat, surpreendendo Bruna Marquezine, foi proibido na cidade por decisão do prefeito, Eduardo Paes.

“Eu estava lá e também fui agredida. Mas fiz questão de sair do aeroporto escoltada, mas de Uber!! Todos têm direito ao trabalho”, escreveu a jornalista ao compartilhar notícia da manifestação em sua conta de Twitter. No protesto, segundo o jornal “O Globo”, taxistas depredaram o lounge do Uber e agrediram motoristas. “Essas agressões (xingamentos) foram para mim quando falei que iria passar e pegar o meu Uber! Para vocês terem uma ideia da situação…”, completou, acrescentando ter pedido ajuda para os fãs.

“Pedi para o Wilson, motorista do Uber, abrir a janela e falar para o policial acompanhar vocês”, assegurou a polêmica participante da última edição do “BBB16”. Em conversa com os fãs, a jornalista, que criticou Tiago Leifert pela vitória de Donald Trump, destacou o apoio recebido pelos admiradores. “Aqui o bagulho é sério!! Aqui é família Renault. Um por todos e todos por um”, disse Ana, com planos de estudar interpretação após atuar na novela “Haja Coração”, que lhe rendeu elogios na web.

“Estou bem graças ao apoio de fãs que sempre me recebem com carinho no aeroporto e que ficaram ao meu redor até o policial com escopeta chegar”, acrescentou a jornalista, excluída de rede social pela também BBB16 Munik.

(Por Guilherme Guidorizzi)

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.