Em reunião com a Superintendência do BB ,Eduardo Braide e comunitários tentam evitar fechamento de agência bancária na área Itaqui – Bacanga

Por Mauro Garcia

O deputado estadual, Eduardo Braide (PMN-MA) e uma comissão de  comunitários do eixo Itaqui – Bacanga, estiveram  reunidos  na tarde desta quarta-feira (09), com o Superintende Regional do Banco do Brasil no Maranhão, Ingo Kobarg Júnior, em busca de uma solução para evitar o fechamento definitivo de uma das agências,  localizada na Avenida dos Portugueses, no bairro do Anjo da Guarda.

A agência que foi inaugurada há pouco menos de dois anos, foi um dos motivos que levaram os comunitários a se manifestarem contra o posicionamento da instituição financeira

A comissão foi formada por, Sebastião Santos, Mauro Garcia, João Máximo Costa (Conselheiro Tutelar), Diniz da Vila Mauro Fecury –ll, e Mauro Macedo (Gapara), encabeçada por Eduardo Braide

O deputado solicitou junto a superintendência, a possibilidade de manter o funcionamento da agência bancária, por um determinado período, para que se faça uma mobilização em massa, como forma de esclarecer a população, e a necessidade de se atrair mais correntistas e pequenos empresários, além da grade importância do funcionamento da agência na região, que atende os mais de duzentos mil habitantes, mas o banco informou que já tem a previsão para encerramento dos trabalhos.

Eduardo Braide deixou claro que  mesmo  não havendo  um acordo,  um requerimento  da Assembleia Legislativa ja estaria sendo encaminhado a superintendência, que conta   com apoio de vários deputados, para evitar o fechamento da agência, programado para quarta – feira (16), e não descartando entrar com ação judicial.

Requerimento da Assembleia Legislativa

Antes da reunião com os representantes comunitários e o superintendente do banco, o deputado já havia apresentado na tribuna da Assembleia, o referido requerimento de sua autoria, logo pela manhã desta quarta , onde pediu providências  a casa parlamentar  para  evitar o fechamento da agência

Os comunitários Sebastiao Santos, João Costa e Mauro Macedo, lamentaram a falta de acordo da superintendência, segundo eles, a decepção seria muito grande com o fechamento de um grande   patrimônio da comunidade, e somente a área Itaqui – Bacanga é mais uma vez prejudicada.

Nos próximos dias 14 e 15, as lideranças estarão programando um manifesto, contra o fechamento da agência, as mobilizações já começaram por todos os bairros da região.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.