Em ocupação, estudantes impedem entrada no colégio Cintra em São Luís

Do G1 MA

Os estudantes do Centro Integrado do Rio Anil (Cintra) foram impedidos de entrar na escola em decorrência da ocupação total do prédio, feita por alunos secundaristas contra a aprovação da PEC 241, que limita os gastos públicos. O colégio já estava sendo ocupado, mas apenas parcialmente. Vários prédios escolares e acadêmicos em todo o Maranhão foram ocupados pela mesma motivação.

A situação no Cintra foi mostrada ao vivo no Bom Dia Mirante. As imagens da TV Mirante mostraram muitos alunos fardados que alegaram ter ido para a escola, em um dia normal de aula. Ao chegar e se deparar com os portões fechados com correntes e cadeado, se surpreenderam com a situação.

O diretor da escola, professor Márcio José, considera desnecessária. “É lamentável. Sinceramente é lamentável. Porque eu acho que a ocupação, embora se diga que está dentro da pauta do movimento nacional contra a PEC, é desnecessária aqui no Cintra e na rede estadual do Maranhão. Porque o próprio governo está situado no dito campo de oposição ao Governo da União, que quer implantar essas reformas. Esse tipo de medida só agrava mais a situação do Cintra”, avaliou.

Prédio do Cintra é ocupados por estudantes secundaristas em São Luís (Foto: Mário Perna/UESMA)Prédio do Cintra já estava sendo ocupado, mas de forma parcial (Foto: Mário Perna/UESMA)

O diretor informou ainda que há informações de que os ocupantes tenham invadido a sala do almoxarifado da escola, onde são guardados materiais didáticos, peças e os computadores. Segundo ele, as salas também estariam sendo violadas, mas não confirmou nenhuma dessas ações.

“Tantos os alunos de dentro quanto os de fora vão ter o direito de manifestação assegurados. E nós vamos procurar, junto à Secretaria de Educação, avaliar e tomar um posicionamento que favoreça a melhor saída”, garantiu o diretor.

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.