Deputados destacam investimentos do governo em saúde

Os deputados Carlos Alberto Milhomem (DEM), Márcia Marinho (PMDB), Carlos Braide (PMDB) e Rigo Teles (PV) debateram na sessão desta quinta-feira (11) na Assembleia Legislativa sobre a saúde pública no Maranhão, em especial a de São Luís. Eles destacaram os investimentos que têm sido feitos pelo governo Roseana Sarney e propuseram uma união de esforços para garantir melhor assistência médica e hospitalar à população maranhense.

“O que eu admiro é um deputado tenha a coragem de falar inverdades, que a saúde pública de São Luís melhorou 1000% em relação há um ano atrás. O Hospital Geral, o Hospital Juvêncio Matos e outros da rede estadual estão funcionando e posso comprovar isso. E sei das dificuldades, por exemplo, do Socorrão. Um hospital de emergência não pode ser um depósito de pessoas. Temos que encontrar uma nova maneira de fazer saúde pública”, pregou Milhomem.

Ele enfatizou que a questão da saúde pública tem que ser encarada com seriedade. “Vamos discutir o Maranhão, vamos discutir o Brasil e vamos deixar o carnaval de lado. Não podemos continuar pensando em picuinhas. A eleição ainda está mais à frente e vamos ver em outubro quem é que tem voto, como é que vai ser esta eleição”, acrescentou.

Márcia Marinho também lamentou a situação dos hospitais da capital, citando a superlotação registradas no Socorrão e no Materno Infantil. “É preciso que os governantes, os prefeitos, os secretários de saúde dos municípios e não só do Estado, realmente façam um pacto e assumam com responsabilidade a sua obrigação. Não se pode deixar sem assistência essas crianças ou pacientes adultos nos municípios onde não há resolutividade. Se o Programa Saúde da Família funcionasse como está nos preceitos do Ministério da Saúde, lutando pela prevenção de doenças, não aconteceria o que acontece hoje”, declarou ela.

A deputada disse ainda que quando as pessoas adoecem no interior são encaminhadas para São Luís, sem nenhum tipo de encaminhamento, e sem a garantia de que há vaga nos hospitais da capital, que já estão superlotados. “A culpa disso tudo é do sistema. Essa discussão tem que vir para a Assembleia. É uma questão crônica que não dá mais para continuar”, declarou.

Ressaltando que o caos na saúde pública é um drama nacional, Carlos Braide disse que a governadora Roseana Sarney herdou uma situação muito pior. “Ela não poderia ter sido mais feliz ao fazer a escolha do deputado Ricardo Murad para gerir a área de saúde do seu governo. Ele está fazendo uma verdadeira revolução na saúde para acabar com esse caos, para melhorar o sofrimento daqueles que precisam de tratamento médico, e é isso que o deputado Edivaldo Holanda não aceito. Ele não perdoa esse trabalho eficiente, a determinação e a competência de Ricardo Murad”, enfatizou.

Rigo Teles também destacou o trabalho desenvolvido por Ricardo Murad na Secretaria de Saúde. “Percorrendo o Maranhão, visitando muitos municípios, conversando com os prefeitos, com os diretores de hospitais, com os médicos que são os servidores, que hoje estão com melhores salários, e vendo a construção dos hospitais anunciados, constatamos que realmente a saúde está funcionando em todos os aspectos: no físico, com a construção dos hospitais, e no tratamento da saúde, que é o mais importante”, finalizou.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.