CRIMINOSOS DE VOLTA À CADEIA

Presos ”beneficiados” deverão

 voltar às delegacias

 

    O impasse envolvendo o destino das pessoas que estavam presas nas delegacias de Bacabal, de Conceição do Lago Açu, Lago Verde, e Bom Lugar continua. Neste sábado (6), o desembargador Benedito Belo revogou a determinação do juiz da 2ª Vara de Bacabal, Roberto de Paula, que concedia prisão domiciliar para 22 presos devido às péssimas condições das delegacias daqueles municípios. Ao todo, 35 presos haviam sido “soltos” na sexta-feira (5).

 A nova determinação, concedida pelo desembargador, suspende a decisão de concessão de alvarás de soltura aos presos. Desta maneira, todos os presos que foram “beneficiados” com estas prisões domiciliares deverão retornar à carceragem das delegacias, que haviam sido lacradas pelo juiz Roberto de Paula.

 Em entrevista ao programa Ponto Final, a Rádio Mirante AM, o secretário de Segurança do Estado, Raimundo Cutrim, classificou o ato do juiz Roberto de Paula como “impensado” e “ilegal”.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.