Consórcio descumpre exigência e pode perder concessão de linha de ônibus em São Luis

Foto: Poliana Ribeiro

SÃO LUÍS – O Consórcio Upaon-Açu, um dos vencedores da licitação do transporte coletivo de São Luís, pode perder sua concessão por descumprir exigência do edital de licitação.

A denúncia é do vereador Fábio Câmara (PMDB), presidente da Comissão de Transportes da Câmara Municipal. Ele já protocolou ofício na Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) e anunciou que dará entrada em ações no Ministério Público e na Justiça, pedindo a revogação do contrato.

Segundo o peemedebista, o Consórcio Upaon-Açu não cumpriu sequer um dos itens de sua proposta.

“Não possuíam 241 veículos com idade média abaixo de 5 anos, não possuem sequer os 241 veículos para se calcular um percentual de veículos com ar-condicionado e não apresentaram os cinco veículos articulados ao final do primeiro mês de contrato”, destaca a denúncia formalizada pelo vereador.

Câmara acrescenta que as empresas consorciadas adquiriram ônibus velhos “para tentar enganar a população”.

“Adquiriram dezenas de veículos que se encontravam desativados, isto é, não serviam mais para a empresa Viação Primor e Transporte Coletivo Maranhense para compor a sua frota. Dentre estes veículos, ônibus sem elevador para deficientes, além de ônibus com apenas 2 portas (o sistema só aceita veículos com 3 portas, sendo uma das portas com elevador para Deficientes)”, destacou.

Durante uma vistoria da Comissão de Transportes, o consórcio apresentou alguns ônibus novos, que diz terem sido comprados. Fábio Câmara aguarda a apresentação das notas fiscais.

O material com a denúncia foi entregue à SMTT na quinta-feira (1º).

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.