COLUNA FATOS E NOTICIAS

Mercadante na mira do PMDB

Líderes do PMDB, em entrevista ao jornal Corrio Braziliense, disseram que, o partido cansou de esper v:shapes=”BLOGGER_PHOTO_ID_5370171590138496002″>ar que o líder do PT, Aloizio Mercadante (SP), entenda que, na avaliação da base governista, a crise do Senado e as denúncias contra o presidente da Casa, José Sarney, não passam de tentativa da oposição de desgastar e enfraquecer a aliança entre PT-PMDB. E, se o petista continuar trabalhando pela abertura de processo contra Sarney, levará o troco. A turma fiel a Sarney e ao líder Renan Calheiros (AL), que se reúne pelo menos duas vezes ao dia, ameaçou levar Mercadante à CPI da Petrobras.Para isso, eles consideram que basta ressuscitar o escândalo que ficou conhecido como “dos aloprados”. A história veio à tona em 2006, em plena campanha eleitoral, quando Mercadante era candidato ao governo de São Paulo.

Abandonados pelo Moto

Ontem,pela manhã, os jogadores do Moto Club deixaram de treinar mais uma vez, a exemplo do que aconteceu na tarde do dia anterior. O treinamento de sábado deveria ter acontecido na praia. O problema é o atraso no pagamento de salários. Os jogadores estão com dois meses de salários atrasados.

Planos  com novas regras

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) adiou por dois meses a entrada em vigor das novas regras de contratação de planos de saúde. Elas começariam a ser adotadas  ontem (15), mas foram adiadas para o dia 15 de outubro, por causa de alterações no texto da Resolução 195 da ANS, de 15 de julho deste ano, que institui as mudanças.

As novas regras trazem mudanças principalmente na contratação de planos coletivos de saúde, que, a partir de 15 de outubro, só poderão ser contratados por empresas, entidades ou associações legitimamente reconhecidas. Com isso, não será mais possível que pessoas criem associações sem qualquer validade jurídica, para contratar planos de saúde.

Enchentes e escolas beneficiadas

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) editou a Resolução nº 43/2009, que autoriza o aumento de repasses do programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) para escolas estaduais, municipais e privadas de educação especial de 326 cidades do Amazonas, Ceará, Maranhão e Piauí. A medida vai beneficiar 1,9 milhão de alunos de mais de oito mil colégios de regiões atingidas pelas fortes chuvas desse ano.

No Maranhão, os recursos serão repassados a setenta e dois municípios .

Ao todo, serão destinados R$ 20,5 milhões para restauração dos prédios e normalização das atividades educacionais nas escolas.

FÁBIO E LUCIANO
O deputado estadual Fábio Braga (PMDB) fará dobradinha em vários municípios com o secretário Luciano Moreira (ainda sem partido). Luciano está prometendo, inclusive, entregar cinco academias do idoso até o final do ano, a exemplo das que existem em Brasília. Duas serão instaladas na Lagoa e três no Centro Social do Ipem.

GARDENINHA APAGA FOGO
A deputada Gardeninha Castelo (PSDB)  foi vista em almoço com o presidente da Câmara, Isaías Pereirinha (PSL), e o vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), no restaurante Dona Maria.  Certamente, conversaram sobre as críticas por parte do Legislativo ao governo do pai, o prefeito João Castelo (PSDB). Ivaldo entrou em ação por que outros assessores estavam prejudicando o relacionamento entre Executivo e Legislativo.

MACIEIRA  DEFENDE  ADVOGADOS

O conselheiro e candidato a presidência da  OAB do Maranhão,  advogado Mário Macieira, entrou com um requerimento solicitando da entidade que requeira informações junto à Caema sobre os critérios utilizados pela Companhia para contratar  uma empresa de advocacia sediada em Teresina, no vizinho estado do Piauí, o escritório Rêgo Lobão Consultoria Jurídica.

.     ADVOGADOS PRETERIDOS

Mário Macieira explica que a sua solicitação prende-se ao fato de que há, no Maranhão, com inscrição regular na OAB-MA, vários advogados e escritórios especializados nas áreas de atuação do escritório piauiense e que foram preteridos.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.