Burocracia prejudica atendimento de maranhenses, diz Chico Leitoa

phpThumb_generated_thumbnailjpgO deputado Chico Leitoa (PDT) reclamou hoje (quarta-feira, 31) na tribuna da Assembleia Legislativa da burocracia que envolve o acordo firmado esta semana entre Maranhão e Piauí, para a volta do atendimento hospitalar de maranhenses em Teresina, pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

 

O acordo, que passa a valer a partir de 12 de abril, prevê que todos os procedimentos de alta complexidade, como o tratamento de oncologia, por exemplo, serão monitorados pela Central Nacional de Regulação de Alta Complexidade (CNRAC), órgão do Ministério da Saúde.

 

A CNRAC vai mediar e registrar o fluxo de doentes maranhenses encaminhados para tratamento em Teresina e o ressarcimento será feito pelo município de origem do paciente. Em Timon e Caxias serão instaladas duas centrais, por onde os pacientes terão que passar obrigatoriamente, antes de chegar à Teresina.

 

“O secretário de Saúde de Timon afirmou que não precisava pactuar com Teresina porque Timon dispunha de uma estrutura capaz de atender a nossa população. E fazer uma regulação de marcação de consulta nacional para indicar doentes, olha a complexidade que isso não é? Porque a lei já existe e é clara, não precisa fazer outra lei, a lei do SUS”, reclamou.

 

O pedetista também lamentou que ainda não tenha acontecido a audiência pública sobre saúde em Timon, requerida por ele. Acredito que por preocupações de outra natureza e não a questão que envolve a saúde das pessoas, não foi realizada, mas está aqui aprovada por esta Casa.

 

PDT

 

Chico Leitoa ainda destacou as várias reuniões do PDT com a participação de Jackson Lago, sobre as próximas eleições. Ele disse que o partido está se organizando para o embate das eleições deste ano para reconquistar o mandato que foi tomado na marra.

 

O deputado reiterou que ao contrário do que muita gente pensa, Jackson Lago está bem de saúde e pronto para a campanha eleitoral. O pedetista também criticou a posição de alguns militantes políticos que ontem eram aliados e hoje falam mal de Jackson Lago, esquecendo-se da história de vida e luta do governador cassado.

 

“Vejo algumas pessoas para quem o Jackson era o maior líder, o maior homem do mundo, colocar mil e um defeitos, mil e um problemas, que é isso, que é aquilo, que é aquilo outro, e esquecem-se da história que o Jackson tem”, afirmou.

 

Chico Leitoa disse ainda que o PDT tem se reunido com PSDB, PPS, PTC e outros partidos, o que garantirá uma candidatura competitiva de Jackson Lago ao Governo do Estado. Ele ressaltou mais uma vez a importância da decisão do PT em apoiar Flávio Dino (PCdoB) e reafirmou que a cassação de Jackson foi uma injustiça. “Anularam os votos dos maranhenses sem uma justificativa, sem um motivo que pudesse justificar a cassação de um governante eleito, soberanamente, pelo povo do Maranhão”.

 

O parlamentar encerrou seu pronuncimanto destacando ações do governo Jackson Lago na área da educação e afirmando que o desmonte na saúde pública que se vê hoje é consequência da anulação dos votos da população mais carente, mais humilde do Estado.

 

“Então vamos, nós do PDT e os partidos aliados, vamos já, já colocar o nosso time na rua. No Maranhão afora existe esse sentimento da injustiça contra Jackson e com certeza nós vamos trabalhar no sentido de retomarmos o governo e completarmos um projeto que foi interrompido abruptamente”, encerrou.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.