Bandidos ateiam fogo em ônibus no Coroadinho e no Tibiri

A Polícia Militar confirmou um ataque a ônibus em São Luís no início da noite desta terça-feira (27). Segundo o major Serra, um grupo de aproximadamente 10 homens, todos encapuzados, entraram no coletivo, já no ponto final da Vila Conceição, na área do Coroadinho, e atearam fogo no veículo. Ainda segundo a PM, nenhum passageiro ficou ferido. A PM confirmou, também, uma tentativa de ataque no ponto final do Bairro de Fátima. Um terceiro ataque também foi confirmado, no bairro do Tibiri. Em nota, a Secretaria de Segurança do Maranhão informa que quatro suspeitos foram presos, na Liberdade, com um galão vazio e drogas.

A Polícia Militar já segue fazendo busca pela região em busca dos bandidos. Homens da polícia estão sendo deslocados para os pontos finais de vários bairros da capital. Existe a possibilidade dos atentados tenham partido após ordens saídas do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Nesta tentativa do Bairro de Fátima, os criminosos chegaram a expulsar os passageiros e a jogar gasolina no veículo, mas, até o momento não se sabe o motivo da não conclusão do ataque. Na ação no Tibiri, quatro bandidos teriam invadido o veículo e praticado o ato terrorista.

Em maio deste ano, 18 ônibus foram atacados ou sofreram tentativas de depredação por criminosos, o que levou ao recolhimento da frota. De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET), o prejuízo para as empresas ultrapassou R$ 1 milhão.

Na época, a polícia montou uma força-tarefa e prendeu 39 suspeitos desses ataques, que foram encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas. A ordem para os ataques partiu de dentro do presídio.

Presos na Liberdade

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), por meio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), confirmou os incêndios a ônibus nos bairros Coroadinho e Tibiri, além da tentativa frustrada no Bairro de Fátima. Segundo a SSP “não houve vítimas e que a Polícia já está nos locais realizando a perícia”.

Segundo a nota, a Polícia Civil já prendeu quatro suspeitos com drogas e um galão vazio, no bairro Liberdade, que estão sendo autuados em flagrante na SEIC. A secretaria destacou ainda que “as Forças de Segurança Pública permanecerão com atuações estratégicas de policiamento ostensivo e preventivo a fim de frustrar a atuação criminosa e assegurar que todos os suspeitos sejam presos e punidos no rigor na lei”.

A SSP pediu que informações que ajudem a polícia no combate ao crime podem ser repassadas por meio do número do aplicativo Whatsapp (98) 9.9163.4899 e pelo aplicativo “Byzu”, compatível com todos os sistemas operacionais.

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.