Assembleia recebe obra de arte do Consórcio Estreito de Energia

A Assembleia Legislativa recebeu hoje (quinta-feira, 25), oficialmente, do Consórcio Estreito Energia (Ceste) – responsável pela construção da Usina Hidrelétrica Estreito (UHE) – a obra de arte “O povo”, do artista plástico Jesus Santos. A solenidade aconteceu às 11h, no plenário da Casa.

Para o diretor-presidente do Ceste, engenheiro José Renato Ponte, foi uma honra entregar à pinacoteca do poder Legislativo uma obra de grande importância para a cultura maranhense. Durante s solenidade, Ponte fez uma breve explanação do projeto de construção da Hidrelétrica de Estreito.

Segundo Ponte, a implantação do megaempreendimento vem seguindo seu cronograma normal. A expectativa é que em 2011 a Usina Hidrelétrica de Estreito esteja abastecendo o Sistema Interligado Nacional de Energia (SIN). “A obra emprega 10 mil trabalhadores, 60% deles do Estado do Maranhão”, garante.

Para o presidente da Assembleia, deputado Marcelo Tavares (PSB), a doação da obra de arte “O Povo” vem contribuir para enriquecer ainda mais ao acervo cultural da pinacoteca do poder Legislativo Estadual. “Em nome de todos os deputados, agradeço este gesto do Ceste”, afirmou o presidente.

Por outro lado, o autor da obra, artista plástico Jesus Santos, esclareceu que “O Povo” é parte de um conjunto de obras sobre a cidade de São Luís, retratando os moradores e o seu jeito de ser. “O painel expressa embaixo, o povo, a plateia do discurso político. Em cima, o pensamento geral da população sobre a política”, resumiu.

O painel “O povo”, de 24 metros quadrados, foi criado por Jesus Santos em 2008 e afixado no auditório “Fernando Falcão” da nova sede da Assembleia Legislativa, em 2009.

Participaram também da solenidade os deputados Antônio Pereira (DEM), Carlos Alberto Milhomem (DEM), Helena Heluy (PT), Reinaldo Calvet (PSL), Chico Leitoa (PDT), Gardênia Castelo (PSDB), João Batista (PP), Penaldon Jorge (PSC), Alberto Franco (PMDB), Ricardo Archer (PMDB), Chico Gomes (DEM), Celso Santos (PTB), Valdevino Cabral (PV), Fábio Braga (PMDB) e Jura Filho (PMDB), o diretor de Saúde, Segurança e Meio Ambiente do Consórcio, Dimas Maintinguer, e o assessor especial do Ceste, Luiz Artur Arantes.

A USINA HIDRELÉTRICA

Localizada na divisa dos estados do Maranhão e Tocantins, a Usina Hidrelétrica Estreito é hoje um dos maiores projetos de geração de energia elétrica em construção no país. A sua capacidade de produção é de 1.087 megawatts, o suficiente para abastecer uma cidade de quatro milhões de habitantes.

Cerca de R$ 3,6 bilhões têm sido investidos pelo Consórcio Estreito Energia (Ceste), formado pelas empresas GDF Suez/Tractebel Energia (40,07%), Vale (30%), Alcoa (25,49%) e Camargo Corrêa (4,44%), nas obras da UHE Estreito, que integra o Plano de Aceleração do Crescimento do Governo Federal, o PAC.

A implantação do empreendimento vem seguindo seu cronograma normal e a expectativa é que em 2011 a UHE Estreito esteja abastecendo o Sistema Interligado Nacional de Energia (SIN).

Atualmente, a obra encontra-se na fase de concretagem da casa de força, onde ficarão as oito turbinas geradoras de energia, nos trabalhos iniciais de construção da barragem propriamente dita, bem como na montagem eletromecânica das peças que compõem as estruturas da casa de força (na margem direita) e do vertedouro (localizado na margem esquerda do Rio Tocantins).

Um importante momento da história da UHE Estreito ocorreu em 18 de setembro de 2009, quando foi iniciado o processo do desvio do Rio Tocantins, ação necessária para a construção da barragem.

Durante a implantação do empreendimento, estão sendo gerados cerca de 10 mil empregos diretos e outros 25 mil indiretos. A contratação da mão de obra local tem sido priorizada na UHE Estreito.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.