Alan Ruschel deixa UTI, caminha e come sozinho, comemora irmã

Lateral da Chapecoense é um dos sobreviventes do acidente aéreo.
Irmã diz que família aguarda definição sobre retorno dele ao Brasil.

Ainda internado em hospital da Colômbia, o lateral-esquerdo da Chapecoense Alan Ruschel evolui bem após acidente aéreo que deixou 71 mortos no último 29 de novembro. Nesta quarta-feira (7), ele saiu da UTI para seguir a recuperação em um quarto. O jogador é um dos seis sobreviventes da tragédia. A irmã dele comemorou a novidade nas redes sociais.

“Ótimas notícias. O Alan saiu da UTI, está caminhando sozinho, tomando banho, falando bem, comendo sozinho, em uma recuperação astronômica, surpreendente. Estamos todos muito felizes com tudo que Deus está fazendo em nossas vidas. Mais uma vez agradeço a todos pelas orações e carinho que vcs tem nos passado. Estamos aguardando pela definição da volta dele ao Brasil”, escreveu Amanda Ruchel.

A irmã de Alan Ruschel também pediu uma corrente de orações para os outros atletas que seguem no hospital, o goleiro Jackson Follmann e o zagueiro Neto, que ainda inspiram cuidados.

Follmann teve 14 centímetros da perna direita amputados, abaixo do joelho. Nesta quarta, passaria por uma nova cirurgia em razão de uma infecção na cicatriz, com possibilidade de ampliar a amputação em três ou quatro centímetros.

Quando soube que perdeu parte de uma das pernas, entretanto, o jogador reagiu bem. Disse que prefere a vida à perna.

Já o zagueiro Neto continua lutando pela vida. A boa notícia é que ele não piorou nas últimas horas e passou a noite estável.

Outro brasileiro que também segue em recuperação no hospital é o radialista Rafael Henzel. Ele trata uma pneumonia e passaria por uma cirurgia no pé direito ainda nesta quarta, em razão de uma fratura.

Os outros sobreviventes da tragédia são o técnico da aeronave Erwin Tumiri e a comissária de bordo Ximena Suarez.

Investigação
O diretor-geral da empresa LaMia, que transportava a delegação da Chapecoense e jornalistas para a Colômbia, está detido. Gustavo Vargas Gamboa chegou a passar mal na manhã desta quarta, teve de ser levado a um hospital, mas depois retornatria à polícia.

Uma das principais hipóteses discutidas pelos investigadores é que o avião colidiu com o solo devido à falta de combustível perto de pousar no aeroporto de Rionegro, em Medellín.

Um grupo de promotores brasileiros foi para Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, nesta quarta, para se reunir com promotores bolivianos e colombianos, em uma força-tarefa. A ideia é agilizar e garantir transparência ao processo.

Um dia antes, uma operação no aeroporto Viru Viru, na Bolívia, onde recolheram documentos para análises. Também foram até a sede da LaMia.

‘Ele tem muita força de vontade’, diz noiva de Alan Ruschel
Marina Storchi, noiva de Alan Ruschel, concedeu entrevista exclusiva ao canal SporTV. O jogador, que chegou a correr risco de perder o movimento das pernas após o acidente, pensa positivo, planeja o futuro, e quer voltar a jogar futebol.

“Ele falou: é o que eu mais gosto de fazer e vou voltar”, contou Marina. “Ele é super pensamento positivo, tem muita força de vontade. Ele é um ‘cavalo’, um ‘touro’, só quer pensar em sair, só quer pensar em sair…  Todo o futuro ele já está planejando”, acrescentou.

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.