5G: saiba quando chega em São Luís e em algumas cidades do Maranhão

São Luís pode receber sinal a partir de 29 de setembro. Quinta geração de internet móvel promete uma revolução: conexão com velocidade ultrarrápida.

O 5G, a quinta geração de internet móvel, pode chegar a São Luís a partir de 29 de setembro, informou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) ao g1, nesta quinta-feira (7). Brasília foi a primeira capital do país a receber a versão ‘pura’ da tecnologia, que oferece mais velocidade, na quarta-feira (6).

Segundo a Anatel, este é o novo prazo para todas as capitais brasileiras receberem o 5G. Inicialmente, era até 31 de julho, mas dificuldades logísticas na importação de equipamentos fizeram a Anatel estender o prazo.

Ao g1, a Anatel explicou que a tecnologia pode ser liberada para uso antes deste período, como aconteceu em Brasília, mas o data ainda não pode ser informada. A antecipação pode acontecer caso a capital maranhense atenda as seguintes especificações:

  • Migração da TVRO (parabólicas) para a banda Ku (campanha de comunicação e distribuição de kits);
  • Conclusão das atividades de desocupação da faixa 3.625 MHz a 3.700 MHz;
  • Mitigação de interferências na faixa 3.700 MHz a 4.200 MHz.

A quinta geração de internet móvel promete uma revolução: conexão com velocidade ultrarrápida, avanços de tecnologias como carros que dirigem sozinhos e a possibilidade de ligar muitos objetos à internet ao mesmo tempo.

E outras cidades do MA?

Imperatriz, segunda maior cidade do Maranhão, só deve receber a quinta geração de internet a partir de 31 de julho de 2026.

Isso acontece já que o município conta com uma população estimada em 260 mil habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), critério que se encaixa nas regras para receber a tecnologia nesta data.

Localizados na Grande Ilha de São Luís, os municípios de São José de RibamarPaço do Lumiar e Raposa, só devem receber a tecnologia quase cinco após a implementação na capital maranhense, segundo a tabela de compromissos de abrangência estabelecidos no Edital do 5G, da Anatel.

  • Paço do Lumiar: até 31 de julho de 2027
  • São José de Ribamar: até 31 de julho de 2027
  • Raposa: até 31 de julho de 2028

Veja, abaixo, a data de implementação do sistema 5G em algumas cidades do Maranhão:

  • Bacabal: a partir de 31 de julho 2027;
  • Alcântaraa partir de 31 de dezembro de 2023;
  • Timon: a partir de 31 de julho de 2027;
  • Caxiasa partir de 31 de julho de 2027
  • Codó: a partir de 31 de dezembro de 2023 (em Cajazeira) e a partir de 31 de julho de 2027 (demais localidades);
  • Açailândiaa partir de 31 de julho de 2027;
  • Bacabal: a partir de 31 de julho de 2027.
  • Balsas: a partir de 31 de dezembro de 2023 (Aldeia) e a partir de 31 de julho de 2028 (demais localidades);
  • Santa Inêsa partir de 31 de julho de 2028;
  • Barra do Cordaa partir de 31 de dezembro de 2023 (em Anapurus, Centro dos Ramos, Ipiranga, Santa Vitória, São Gonçalo do Capim) e a partir de 31 de julho de 2028;
  • Pinheiro: a partir de 31 de julho de 2028.

Para todas as cidades do Brasil com mais de 30 mil habitantes, o prazo de implantação ainda é julho de 2029. Veja o cronograma completo da Anatel:

  • 29 de setembro de 2022: capitais e Distrito Federal tendo uma ERB a cada 100 mil habitantes
  • 31 de julho de 2023: capitais e Distrito Federal tendo uma ERB a cada 50 mil habitantes
  • 31 de julho de 2024: capitais e Distrito Federal tendo uma ERB a cada 30 mil habitantes
  • 31 de julho de 2025: capitais e Distrito Federal e cidades com mais de 500 mil habitantes tendo uma ERB a cada 10 mil habitantes
  • 31 de julho de 2026: cidades com mais de 200 mil habitantes tendo uma ERB a cada 15 mil habitantes
  • 31 de julho de 2027: cidades com mais de 100 mil habitantes tendo uma ERB a cada 15 mil habitantes
  • 31 de julho de 2028: pelo menos 50% das cidades com mais de 30 mil habitantes tendo uma ERB a cada 15 mil habitantes
  • 31 de julho de 2029: todas as cidades com mais de 30 mil habitantes tendo uma ERB a cada 15 mil habitantes

O que é o 5G?

É a nova geração de internet móvel, uma evolução da conexão 4G atual. A promessa é que ela trará mais velocidade para baixar e enviar arquivos, reduzirá o tempo de resposta entre diferentes dispositivos e tornará as conexões mais estáveis.

Essa evolução da rede vai permitir conectar muitos objetos à internet ao mesmo tempo: celular, carro, semáforo, relógio. Tudo isso já pode ser ligado ao 4G, mas é esperada uma melhoria na conexão.

Infográfico mostra vantagens do 5G em relação ao 4G. — Foto: Wagner Magalhães/Arte G1

Para ter acesso à internet 5G, é preciso ter um celular que disponibilize a tecnologia. Os aparelhos mais novos já vêm habilitados. A princípio, segundo as operadoras de telefonia, não será preciso atualizar o pacote de dados para acessar o 5G, basta que o celular tenha a função.

Fonte: G1 MA

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.