51 beneficiários suspeitos no Bolsa Família de Bacabeira ,diz MPF

Por Dalvana Mendes

Uma investigação do Ministério Público Federal (MPF) encontrou na cidade de Bacabeira, distante a 58 quilômetros de São Luís, 51 pessoas suspeitas de receber indevidamente o auxílio Bolsa Família. Por causa disso, a Prefeitura do município será obrigada a fazer um pente-fino no cadastro de beneficiários.

Segundo o MPF, os casos suspeitos cadastrados entre 2013 e maio deste ano, são de pessoas com renda incompatíveis com o perfil de pobreza ou extrema pobreza exigida pelas normas do programa como empresários, servidores públicos com famílias de até quatro pessoas, empresários, doadores de campanha, servidores que também são doadores de campanhas eleitorais e até beneficiários já mortos.

As irregularidades foram descobertas a partir de um cruzamento de dados do governo federal, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), da Receita Federal e dos Tribunais de Contas dos estados e municípios. O total de perfis suspeitos de fraudes representa 1,21% dos 8.442 mil de titulares do benefício que passaram pelo programa no período do monitoramento. Após a finalização dos procedimentos investigatórios, a Prefeitura deverá receber recomendação do MPF para que realize visitas nas casas dos suspeitos com o objetivo de confirmar as irregularidades e cancelar os benefícios.

O valor repassado a essas famílias que são alvo da fiscalização somam R$ 212.844,00, ou 1,21% dos R$ 17.557.259,00 desembolsados na vigência da fiscalização. Os dados completos dos diagnósticos, assim como as ações propostas e os resultados alcançados estão disponíveis no site www.raioxbolsafamilia.mpf.mp.br.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.