Vídeo macabro mostra: Seguranças do cantor Xande são mortos e tem os corpos queimados por traficantes na Bahia

Três seguranças foram mortos no estacionamento do Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA), onde estava marcado para acontecer hoje o ensaio da banda Harmonia do Samba, do cantor Xanddy. Eles eram trabalhadores terceirizados e prestavam serviço fazendo a segurança do evento.

Geraldo Mota Cunha e Derivaldo Rocha dos Santos, 34 anos, foram baleados e depois tiveram os corpos queimados pelos atiradores, morrendo no local. Márcio Rogério Bandeira foi socorrido por uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas morreu a caminho do hospital.

Ambulantes faziam o descarregamento de bebidas no local no momento em que os bandidos executaram os homens. Dois homens com fardas do Exército e rostos pintados de verde estavam no local e afirmaram serem soldados.

Segundo o delegado José Bezerra, diretor do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, os três seguranças haviam acabado de chegar pela passarela para trabalhar no evento quando aconteceu o crime, os suspeitos já estavam no local. “Teve um veículo para fuga deles, um veículo Gol”, explica o delegado. “Tem uma situação que colocaram fogo em dois deles. Mas a gente vai apurar ainda a motivação”, acrescenta.

A perícia no local foi detalhada e só terminou quase quatro horas após as mortes para determinar exatamente como os três foram mortos e que substância foi usada para atear fogo nos corpos. A delegada Marilene Lima, também do DHPP, que fez o levantamento das circunstâncias do crime no local, evitou dar detalhes. “A gente precisa ainda conversar com os familiares e aprofundar o que ocorreu”, afirmou.

De acordo com as primeiras informações, os seguranças foram vítimas de um crime de vingança. O crime teria relação com a agressão de um homem durante o ensaio da semana passada, essa possibilidade ainda será investigada e não está confirmada.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.