Vasco vence Flamengo pela 4ª vez no Maracanã

Em mais um encontro entre flamenguistas e vascaínos no ano, melhor para o Gigante da Colina. De virada, o Vasco venceu o Flamengo por 2 a 1, neste domingo, no Maracanã, e segue firme na luta para escapar do rebaixamento no Brasileirão. Os gols de Rodrigo e Nenê (Sheik descontou) garantiram uma sequencia de cinco jogos sem derrotas no torneio. De quebra, o time de São Januário chegou à quarta vitória sobre o arquirrival nos oito jogos disputados em 2015 (perdeu duas e empatou outras duas). O Fla, por sua vez, amarga sua terceira derrota consecutiva na competição.

Apesar do resultado no Clássico dos Milhões, que teve um público de 44.361 torcedores (40.240 pagantes e renda de R$ 1.986.400,00), o Vasco segue na penúltima colocação do Brasileirão, mas agora com 26 pontos, cinco atrás do Goiás, primeiro clube fora do Z-4. O Flamengo, por sua vez, com 41 pontos, caiu um posto e está na sétima posição, a quatro pontos do G-4.

Na próxima rodada, Flamengo e Vasco encaram catarinenses. O clube da Gávea recebe o Joinville, às 11h, domingo, no Maracanã. No mesmo dia e horário, o time da Colina visita o Avaí. Antes, porém, na quarta-feira, o Vasco faz o jogo de volta contra o São Paulo pelas quartas de final da Copa do Brasil. Na ida, vitória tricolor por 3 a 0.

Novidades e gol do Sheik

Ambas as equipes entraram em campo com novidades. No Flamengo, o retorno de Emerson Sheik, recuperado de lesão no músculo posterior da coxa direita. No Vasco, a formação ofensiva da equipe. O técnico Jorginho surpreendeu e entrou com apenas um volante de ofício (Bruno Gallo) e três meias de características não tão defensivas (Julio dos Santos, Nenê e Andrezinho) municiando o ataque formado por Leandrão e Jorge Henrique.

No entanto, quem mostrou ofensividade de fato foi o Flamengo. E acabou premiado por isso logo aos 11 minutos. Após cruzamento de Jorge pela esquerda, Guerrero escorou para o meio da área, e Sheik, com oportunismo, empurrou para o fundo da rede. Gol rubro-negro em uma jogada da dupla que não atuava junta há um mês por conta de lesões. Curiosamente, o último jogo dos dois foi contra o próprio Vasco, um empate de 1 a 1, no dia 26 de agosto, pela Copa do Brasil.

Com a desvantagem e sob um forte calor (devido à temperatura, o jogo foi interrompido aos 30 minutos para hidratação dos atletas), o Vasco procurou trabalhar mais a posse de bola para criação de jogadas. No entanto, quando errava, não mostrava velocidade na recuperação defensiva, proporcionando contra-ataques para o Flamengo, que terminou o primeiro tempo sem sofrer sustos.

Leandrão perde gol incrível, mas Vasco vira

Na volta do segundo tempo, o Vasco veio mais organizado e, aos sete, já poderia ter igualado o placar. Após receber passe de Andrezinho pela esquerda, Jorge Henrique cruzou rasteiro na medida para Leandrão, que, na pequena área, se antecipou aos zagueiros rivais e… chutou para fora! Chance incrível desperdiçada pelo atacante vascaíno.

Mas para sorte de Leandrão e do Vasco, o empate veio cinco minutos depois. Em cobrança de falta da parte central da intermediária, Rodrigo acertou forte chute (96 km/h), Paulo Victor, que pulou atrasado, ainda encostou na bola, mas sem êxito: 1 a 1.

Empolgado, o time da Colina foi para cima do Flamengo e acabou conseguindo a virada. Após cruzamento na área, Jorge cortou a bola com a mão. Pênalti. Na cobrança, Nenê bateu com maestria e colocou o Vasco na frente aos 16.

a tentativa de buscar o empate, o técnico Oswaldo de Oliveira sacou Canteros e Paulinho, colocando Marcelo Cirino e Ederson, respectivamente. Com mais poder ofensivo, o Flamengo pressionou, mas em vão. Vitória do Vasco, a quarta sobre o rival em 2015.nene_gol4

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.