‘Tinham brigas exageradas’, diz irmão de jovem morta por estudante de medicina

 

 

Família de Sorocaba (SP) mora no Japão há cerca de um ano. Altamiro dos Santos disse à polícia que espancou a namorada Patrícia Kioke após discussão; ele está preso.

 

 

irmão da jovem espancada até a morte pelo namorado em Nova Iguaçu (RJ), na segunda-feira (9), contou que Patrícia Mitie Koike, de 20 anos, tinha pouco contato com a família que mora no Japão.

Em entrevista exclusiva pela internet, Lauro Hideki Koike, de 18 anos, afirmou que conversou com a irmã pela última vez há uma semana por mensagem.

O distanciamento, segundo ele, ocorreu após a mudança dela de Sorocaba (SP) para a Baixada Fluminense com o namorado, Altamiro Lopes dos Santos.

O rapaz foi preso em flagrante por homicídio e ocultação de cadáver. Segundo a polícia, ele confessou que brigou e agrediu a jovem.

“Desde a época que [ela] morava junto com a gente, eles tinham brigas exageradas por Skype, só não sabemos se acontecia algo quando ela ia na casa dele em Porto Feliz. Nosso contato com ela era mais por mensagem”, relata.

Lauro e os pais souberam da morte da jovem por meio de familiares que moram no Brasil. Horas depois, ele postou no Facebook uma mensagem dizendo que Patrícia foi vítima de um relacionamento abusivo.

Câmeras de segurança de um posto de combustíveis na Baixada Fluminense mostram Altamiro chegando de carro e, minutos depois, várias pessoas olharam para dentro do carro.

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.