Técnico do Americano é acusado de racismo contra jogador do Moto Clube

motoo
Felipe Dias foi vitima de racismo

A assessoria de comunicação do Moto Club de São Luís, time tradicional do futebol maranhense, um dos maiores campeões do estado, confirmou para essa segunda-feira (30), uma coletiva de imprensa para falar entre outro assuntos sobre um possível crime de racismo ocorrido contra atletas do Moto.

Nesse domingo (29) a equipe rubro-negra enfrentou o time do Americano pela segunda rodada do Campeonato Maranhense e venceu de virada pelo placar de 2 a 1.
O técnico do Americano Leandro Lago teria agido com insultos racistas jogadores do Moto, informação não confirmada, mais o assunto deve ser tratado durante a coletiva dessa segunda (30). Os atletas que teriam se sentido ofendidos são Ozeia, Fernando Fonseca e Felipe Dias, esse último, meio-campo e capitão do Moto Club.
As coletivas no CT Pereira dos Santos, que é o Centro de Treinamento do Papão, ocorrem normalmente às 15 horas, portanto 3 da tarde, antes do início do treinamento. Na coletiva dessa segunda (30), além de futebol, o assunto será o polêmico e desconfortável crime de racismo. A coletiva vai contar com a participação além de jogadores, também do diretor de futebol do Moto Club, Waldemir Rosa.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.