Projeto de reforma do Mercado da Cidade Operária é apresentado a feirantes

Com a conclusão do projeto de reforma do Hortomercado da Cidade Operária, o Governo do Estado, por meio das secretarias de Governo (Segov), Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) e Infraestrutura (Sinfra) discutiu a obra com comerciantes e lideranças locais.

Dona Maria José Souza, saiu otimista da reunião. “Há 30 anos esperamos por essa reforma. Estou otimista. Acredito que com uma ação conjunta a gente consiga uma solução para o local”, ressaltou.

Ao todo, são duas edificações, o prédio principal, de 2567 m² e um galpão, de 1632 m², que passarão por reforma, adaptações, uma pequena expansão e algumas alterações estruturais.

A expectativa é de que as obras sejam iniciadas ainda no primeiro semestre de 2017. “A reforma do Mercado da Cidade Operária é uma prioridade para o governo. Por isso está sendo acompanhada de perto pela secretaria de Governo, Sinfra e Sagrima. E tenho certeza de que, com o apoio da Prefeitura, dos comerciantes e feirantes melhoraremos, na medida do possível, a estrutura física e, as condições de higiene e de comercialização dos produtos”, disse o subsecretario da Sagrima, Edjahilson Souza.

Com as melhorias, o novo mercado passará a ter condições de abrigar de forma adequada mais de 300 comerciantes, entre vendedores de hortifrutis, de produtos de origem animal e de lanches.

Para o secretário de Governo, Antônio Nunes, a reforma desse mercado é parte dos esforços da gestão estadual na metropolização da Grande Ilha, em parceria com as prefeituras. “Esta é uma obra de grande porte, que será realizada em etapas e envolverá várias secretarias de governo, assim como outras obras importantes que serão executadas em parceria com as prefeituras dos quatro municípios”, ressaltou.

FONTE: GOVERNO DO ESTADO

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.