Polícia Rodoviária diz que 556 pontos de rodovias federais seguem bloqueados

Apesar das concessões feitas ontem pelo governo para encerrar a greve dos caminhoneiros, 556 pontos de rodovias federais seguem bloqueados, principalmente na região Sul do País, segundo balanço divulgado na tarde desta segunda-feira, 28, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Com 95 pontos de bloqueio, o Rio Grande do Sul é o Estado com maior número de interdições. Também há grande número de bloqueios em estradas federais do Paraná (84), Santa Catarina (68), Minas Gerais (59) e Bahia (40). No Estado de São Paulo, duas estradas estão interditadas.

Segundo a Polícia Rodoviária, a maioria dos bloqueios é parcial, já que não impede a livre circulação de veículos que não participam das manifestações. O órgão informa ainda que outros 727 pontos – ou 56% do total que estava em situação de bloqueio – foram liberados até às 8h desta segunda-feira.

A PRF informa que segue atuando para liberar corredores interestaduais à circulação de cargas de animais vivos, gêneros alimentícios, equipamentos essenciais, medicamentos, combustíveis e outras cargas sensíveis. Na sexta-feira, 25, o presidente Michel Temer (MDB), após fazer as primeiras concessões aos grevistas, acionou as forças federais para desinterditar as estradas e refinarias.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.